12/04/21
PUBLICIDADE
À Argentina

Corinthians é impedido de viajar para Libertadores feminina

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram


A delegação feminina de futebol do Corinthians foi impedida de embarcar nesta terça-feira (2) para a Argentina, onde o clube disputará a Copa Libertadores dos dias 5 a 21 de março – a equipe do Parque São Jorge é a atual campeã da competição.


O voo que levaria as corintianas foi cancelado pela companhia aérea Turkish Airlines, sob a justificativa de que cidadãos que estão no Brasil não podem ingressar no país por regras de contenção à Covid-19.

Em nota, o Corinthians informou que a diretora da modalidade, Cris Gambaré, tentou buscar uma solução junto à Conmebol, as autoridades argentinas e a companhia aérea, mas não conseguiu liberar o embarque.

Ao clube, foi oferecido como alternativa uma troca de voo, desta vez saindo nesta quarta (3), operado pela companhia Aerolineas Argentinas.
O Corinthians aceitou a mudança, no entanto exigiu "garantias de embarque, já que a espera de cerca de quatro horas no aeroporto causou desgaste para atletas e funcionários e os expôs em um local de grande circulação de pessoas em meio a uma pandemia global."

A estreia do time alvinegro na competição está marcada para sexta-feira (5), diante do El Nacional (EQU), às 17h (de Brasília), com transmissão do Facebook.

Embora, de fato, exista restrição para cidadãos que saem do Brasil com destino à Argentina, jogadores, comissões técnicas e diretorias dos clubes que disputam competições em sistema de isolamento em bolhas, com regras sanitárias referentes à Covid-19, teriam permissão para ingressar em outros países.

No último dia 28, o governo argentino decidiu estender o fechamento das fronteiras aéreas e terrestres com o Brasil até, pelo menos, dia 12 de março.

A Argentina também está fechada para estrangeiros de outros países limítrofes e do Reino Unido. Só podem entrar no país argentinos ou residentes. A decisão foi publicada no Diário Oficial local.

Com relação a outros países, também estão reduzidas as frequências dos voos vindos dos EUA, do México e da Europa em 30%. Também nesses casos, para entrar no país é preciso ser argentino ou residente.

O voo da Turkish Airlines opera vindo de Istambul, na Turquia, em direção a Buenos Aires, com escala no Brasil. Porém, não pôde embarcar passageiros em território brasileiro.
Luciano Trindade - Folhapress
Continue lendo
Saiba mais

Corinthians começa maratona na retomada do Paulista

10 ABR 2021 às 23h59
Decisão

Flamengo e Palmeiras alimentam rivalidade na Supercopa do Brasil

10 ABR 2021 às 21h00
Focado na Libertadores

Santos volta ao Paulista com time alternativo

10 ABR 2021 às 16h23
Confira

FPF divulga tabela do Paulista, e São Paulo faz 4 jogos em 7 dias

10 ABR 2021 às 15h24
Campeonato Estadual

Londrina EC volta a campo na quarta-feira pelo Paranaense

10 ABR 2021 às 12h51
Por meio da iniciativa privada

Athletico-PR quer comprar vacinas para funcionários e sócios-torcedores

09 ABR 2021 às 15h28
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados