15/05/21
PUBLICIDADE
O jogo virou

Corinthians e Palmeiras invertem papéis nas finanças nos últimos 7 anos

Corinthians e Palmeiras registraram ao longo dos últimos sete anos resultados financeiros bem distintos. Nesse período, o papel dos rivais se inverteu: o clube alvinegro passou a ter cada vez mais dificuldades em fechar suas contas no azul, enquanto os palmeirenses deixaram os déficits para trás.

Cesar Greco / Palmeiras
Cesar Greco / Palmeiras


O Corinthians fechou as contas de 2019 com o maior déficit de sua história: R$ 177 milhões. O resultado financeiro acontece seis anos depois que o clube alvinegro registrou seu maior superávit. Em 2014, os ganhos atingiram R$ 230 milhões.
Justamente naquela temporada, o Palmeiras apresentou déficit pela última vez, como tinha acontecido também em 2013. As perdas atingiram R$ 22,6 milhões e R$ 27,6 milhões, respectivamente.

Desde então, o clube alviverde conseguiu ter superávit. Já são cinco anos seguidos no azul. O Corinthians, em contrapartida, só conseguiu evitar déficit em 2016, ano em que conseguiu uma venda expressiva de jogadores do time campeão brasileiro de 2015.

A virada de 2015 para os rivais coincide com a chegada da Crefisa, que potencializou as receitas de publicidade. Além disso, o clube passou a ter ganhos expressivos com bilheteria e sócio-torcedor, impulsionadas pela inauguração do Allianz Parque.

O Corinthians, por sua vez, perdeu 100% da receita com bilheteria a partir de 2015. Todas as rendas de jogos e eventos da Arena Corinthians são destinadas a um fundo responsável pelo pagamento do estádio. O time alvinegro também viu queda de receitas de publicidade em 2017 e 2018. Foram 21 meses sem anunciante fixo no espaço master, de abril de 2017 a janeiro de 2019, quando acertou com o Banco BMG.

Os dados relativos aos resultados das contas de Corinthians e Palmeiras foram obtidos nos balanços divulgados pelos próprios clubes.

RESULTADOS FINAIS DAS CONTAS

2013
Palmeiras: R$ 22,6 milhões (déficit)
Corinthians: R$ 1 milhão (superávit)

2014
Palmeiras: R$ 27,6 milhões (déficit)
Corinthians: R$ 230 milhões (superávit)

2015
Palmeiras: R$ 10,5 milhões (superávit)
Corinthians: R$ 97,1 milhões (déficit)

2016
Palmeiras: R$ 89,5 milhões (superávit)
Corinthians: R$ 31,0 milhões (superávit)

2017
Palmeiras: R$ 57,0 milhões (superávit)
Corinthians: R$ 35,1 milhões (déficit)

2018
Palmeiras: R$ 30,6 milhões (superávit)
Corinthians: R$ 18,8 milhões (déficit)

2019
Palmeiras: R$ 1,7 milhões (superávit)
Corinthians: R$ 177 milhões (déficit)
Folhapress
PUBLICIDADE
Continue lendo
Contra Mirassol

Crespo reclama de calendário, mas vê São Paulo favorito

15 MAI 2021 às 15h00
Paulista

Corinthians prega humildade para encarar o Palmeiras

15 MAI 2021 às 14h12
Em casa

Londrina EC recebe o FC Cascavel em busca do G4 do Paranaense

15 MAI 2021 às 09h07
Confira!

Geração Olímpica divulga lista dos contemplados na edição 2021

14 MAI 2021 às 18h00
Copa do Mundo do Qatar

Tite convoca seleção para Eliminatórias com Gabigol de atacante; confira os convocados

14 MAI 2021 às 14h48
Goleado

Corinthians cai e amplia série de fracassos na Sul-Americana

14 MAI 2021 às 09h21
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados