Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Carioca

Cuca revela 'alívio total' em dia seguinte ao título

Agência Estado
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Dezenas de entrevistas e a mesma frase, que soou como um desabafo num momento de alegria incontida. "Tirei um peso enorme das minhas costas." Isso resume o dia seguinte de Cuca, campeão carioca pelo Flamengo neste domingo. Ele conseguiu apagar o rótulo que a torcida do Botafogo promoveu durante o Carioca de 2009. "Vice é o Cuca."

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A alusão dos botafoguenses, para provocar os flamenguistas, era exatamente pelos dois campeonatos anteriores (2007 e 2008), nos quais o Botafogo, comandado por Cuca, foi vice-campeão do Rio, em disputas contra o Flamengo. "O sentimento é de alívio total", disse o treinador nesta segunda-feira. "Não tenho vergonha de dizer isso."

Continua depois da publicidade


Ao mesmo tempo que deixou a marca de "trivice" para o Botafogo, Cuca preferiu não atacar seu ex-clube nem a torcida botafoguense. "Tenho muitos amigos lá."


Na noite do título, Cuca demorou a dormir. Foram só duas horas de sono. A todo instante acordava com imagens vivas da decisão.


Ele rebateu quem criticou a substituição de Erick Flores por Obina, no intervalo do clássico. O Flamengo vencia por 2 a 0 e em menos de 20 minutos o Botafogo empatou. "Se mantivesse o Erick ou se optasse pela entrada do Zé Roberto, quem garante que os dois gols do Botafogo não sairiam? Antes, perdemos com o Emerson a chance de fazer o terceiro gol e decidir o jogo."

Continua depois da publicidade

Para Cuca, um outro fator pesou a favor do Flamengo no domingo: a torcida rubro-negra. "No Maracanã, em condições de igualdade técnica com o adversário, a torcida do Flamengo empurra o time e faz a diferença."


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade