Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Patrocinadora máster

Gaviões da Fiel cobra explicação de presidente do Corinthians após denúncia

Lucas Musetti Perazolli - UOL/Folhapress
22 mai 2024 às 13:17
- Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Publicidade
Publicidade

A diretoria da Gaviões da Fiel foi ao Parque São Jorge para cobrar explicações do presidente Augusto Melo sobre a denúncia envolvendo a Vai de Bet, patrocinadora máster do Corinthians.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Revitalização da região

Rio de Janeiro desapropria imóvel para construir estádio do Flamengo

Imagem de destaque
Show no Rock in Rio Lisboa

Camila Cabello confunde expressão de Cristiano Ronaldo com vaias

Imagem de destaque
Brasil

Vini Jr gosta de jogo grande e tem Copa América para virar chave na seleção

Imagem de destaque
Balanço

Para Abel, Palmeiras melhorou sem Endrick e cia., mas Dudu terá de remar

Os diretores da maior torcida organizada do Corinthians querem entender a denúncia publicada pelo UOL sobre a intermediação do contrato da Vai de Bet. A Gaviões entende que a atual gestão está manchando o nome do clube.

Publicidade


A Vai de Bet também está incomodada com as notícias recentes e estuda rescindir o contrato, válido até dezembro de 2026. O acordo é de R$ 370 milhões.


Outro assunto da reunião com a Gaviões é a audiência pública que visa mudanças no estatuto social do Corinthians. O objetivo é contar com a ajuda de Augusto Melo para que todos os associados tenham direito a voto.

Publicidade


O contrato da Vai de Bet está sendo investigado pelo Conselho Deliberativo. O pagamento de comissão de R$ 25,2 milhões à empresa Rede Social Media Design é o objeto da desconfiança. A firma pertence a Alex Fernando André, conhecido como Alex Cassundé, que trabalhou na campanha do presidente Augusto Melo.


A Rede Social Media Design repassou pouco mais de R$ 1 milhão para uma empresa "laranja": a Neoway Soluções Integradas em Serviços Ltda. A Neoway está em nome de Edna Oliveira dos Santos, uma mulher que mora numa casa simples em Peruibe, lítoral de São Paulo. Ela teria sido surpreendida com esse contrato.


Em nota oficial, o Corinthians disse que a negociação foi legal e que não se responsabiliza sobre eventuais repasses a terceiros.


Todas as negociações, incluindo patrocínios, se deram de forma legal com empresas regularmente constituídas. O clube destaca que não guarda responsabilidade sobre eventuais repasses de valores a terceiros. Caso sejam apresentadas quaisquer provas de ilícitos, estes serão discutidos junto ao Conselho Deliberativo para providências que se fizerem necessárias


Imagem
Patrocinadora do Corinthians estuda rescindir contrato em meio a denúncias
A casa de apostas esportivas online Vai de Bet, patrocinadora máster do Corinthians, estuda suas opções legais para rescindir o contrato com o clube.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade