Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Com folga

Grêmio vence Universidad e se classifica na Libertadores

Agência Estado
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O Grêmio conquistou vaga nas oitavas-de-final da Copa Libertadores, na noite desta quarta-feira, ao superar o Universidad de Chile por 2 a 0, em Santiago, pelo Grupo 7. A vitória garantiu a primeira colocação na chave, com 13 pontos.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Os chilenos, com sete pontos, agora disputam a segunda posição com o Boyacá Chicó, da Colômbia, que soma seis. Na quinta-feira, os colombianos enfrentarão o lanterna Aurora, que não tem mais chances de avançar na competição, e podem chegar à vice-liderança do grupo.

Continua depois da publicidade


Sem se intimidar com a torcida contrária, o Grêmio começou melhor na noite desta quarta e mostrou mais iniciativa nos primeiros minutos do jogo. A equipe brasileira dominava o meio-campo, mas tinha pouca movimentação no ataque. Maxi Lopez e Jonas pouco fizeram na primeira etapa.


Mesmo sem muita organização, o Universidad chegava com mais perigo. Aos 7 minutos, Hernandez recebeu sozinho quase na pequena área e chutou cruzado. O goleiro Victor se esticou para fazer boa defesa e evitar o gol chileno. Aos 22, Rever bobeou na saída de bola e, pressionando, bateu em cima do Cuevas (ex-Santos), que acertou a trave esquerda e quase surpreendeu Victor.


Depois de um início equilibrado, o Grêmio cedeu espaço ao Universidad, que aproveitou a recuada dos brasileiros e começou a pressionar a partir da metade do primeiro tempo. Aos 26, Estrada quase marcou ao cobrar falta da intermediária e mandar rente à trave esquerda.

Continua depois da publicidade


E, quando o Universidad parecia mais perto de abrir o placar, o Grêmio surpreendeu os chilenos e marcou em jogada de bola parada. Aos 31, Tcheco cobrou falta na área, Jonas acertou a cabeça e mandou no travessão. No rebote, Léo cabeceou para o fundo das redes.


O gol em bola parada refletia a dificuldade dos gremistas em atacar. Sem Alex Mineiro e o lateral Ruy, o time brasileiro pouco criava pela direita e ficava na dependência das jogadas pela esquerda de Souza e Tcheco.


Na volta do intervalo, o Universidad continuou mostrando objetividade no ataque e criou duas boas oportunidades para empatar. Após cobrança de escanteio, Olarra desviou de cabeça e González se esticou e só não marcou graças ao goleiro Victor, logo aos 4. Aos 11, Contreras bateu de longe com força e Victor, novamente, se esticou para espalmar.


O Grêmio iniciou a segunda etapa ainda mais recuado e disposto a segurar o resultado, arriscando apenas nos contra-ataques. E foi justamente assim que o time brasileiro ampliou o placar. Aos 20, Souza fez boa jogada pela esquerda e lançou Maxi Lopez, que bateu na saída do goleiro Pinto.


Sete minutos depois, o atacante Juan Oliveira empurrou Thiego, para repor a bola com rapidez, e acabou expulso pelo árbitro paraguaio Carlos Amarilla. Abatido e com um jogador a menos, o Universidad ofereceu pouca resistência na metade final do jogo e o Grêmio não teve dificuldade para garantir o triunfo.

Na última rodada da fase classificatória, o Grêmio vai enfrentar o Boyacá Chicó, dessa vez em Porto Alegre, no dia 28. No jogo disputado na Colômbia, a equipe brasileira venceu por 1 a 0.


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade