Pesquisar

Canais

Serviços

Segundo a imprensa italiana, Ancelotti pode ser demitido caso o clube perca domingo para a Sampdoria em Gênova - Divulgação/Uefa
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Mudança?

Imprensa italiana coloca Donadoni no Milan

Agência Estado
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O ex-jogador Roberto Donadoni, que treinou a seleção italiana após o título da Copa de 2006, assumirá o Milan em lugar de Carlo Ancelotti, afirmou o jornal La Gazetta dello Sport. Segundo a publicação, dirigentes da equipe pensam em substituí-lo por conta da frustrante temporada.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Mesmo reforçado com estrelas como os brasileiros Kaká, Ronaldinho Gaúcho e Alexandre Pato, além do inglês David Beckham, o time foi eliminado da Copa da Uefa ontem, em pleno estádio San Siro, ao ficar no 2 a 2 com o Werder Bremen após ter vantagem de 2 a 0. "Nunca tínhamos jogado tão mal", disse ontem Ancelotti após a partida, reconhecendo que a culpa também era sua. Porém, ele justificou a má fase pelas muitas lesões - casos do volante Gattuso e do zagueiro Nesta, dois ídolos da torcida.

Continua depois da publicidade


Segundo a imprensa italiana, ele pode ser demitido caso o clube perca domingo para a Sampdoria em Gênova, pelo Italiano. Na manhã de hoje, o vice-presidente e chefe-executivo do Milan, Adriano Galliani, foi ao centro de treinamento conversar com o técnico e os jogadores.


O único objetivo da equipe é pelo menos conseguir o segundo ou terceiro lugar do Campeonato Italiano, pois permitiria disputar a próxima Liga dos Campeões sem passar pela fase prévia.


O objetivo é muito pouco para um clube que comprou o brasileiro Ronaldinho Gaúcho por 25 milhões de euros junto ao Barcelona, na contratação mais cara da temporada na Itália. Além disso, o clube ainda conseguiu manter Kaká, que recusou uma proposta milionária do Manchester City.

Continua depois da publicidade


No entanto, o Milan está fora da Copa da Uefa, da Copa da Itália e aparece com 48 pontos no Italiano, a 11 da líder e rival Inter de Milão. O time está a dois da Juventus, mas tem a Fiorentina na cola, com 45.


Apesar do título do Mundial de Clubes da Fifa na temporada passada, o clube foi eliminado pelo Arsenal nas oitavas da Liga dos Campeões e ficou apenas em quinto no Italiano, posição que rendeu a vaga na Copa da Uefa - da qual também está eliminado.

A situação no Milan é tão complicada que o zagueiro e capitão Paolo Maldini, um dos grandes símbolos do clube, mandou a torcida calar a boca em resposta às vaias após a eliminação para o Bremen.


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade