Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Rivalidade

Juvenal e Andrés se tratam com frieza em reencontro

Agência Estado
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Um mês após a polêmica que envolveu a distribuição de ingressos para o clássico entre São Paulo e Corinthians, os presidentes dos dois clubes se encontraram pela primeira vez nesta terça-feira. E o clima foi o mais frio possível. Em evento na sede da Secretaria de Transportes, no centro de São Paulo, Juvenal Juvêncio e Andrés Sanchez se cumprimentaram com cordialidade, mas demonstraram que ainda existem rusgas entre os rivais.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"O cumprimentei como faço com todo cidadão. Só isso", disse Andrés Sanchez, que aproveitou para reafirmar a posição do Corinthians de não ser mandante no Morumbi enquanto ele for presidente. Juvenal Juvêncio manteve o tom de rivalidade. "Sou uma pessoa educada, mas foi um encontro frio. A gente vai tocando a vida", disse o presidente do São Paulo.

Continua depois da publicidade


Apesar do encontro pouco amistoso, os dois até trocaram algumas palavras. Mesmo porque, Corinthians e São Paulo têm interesses comuns. Os dois, por exemplo, fazem oposição ao Clube dos 13. Além disso, estavam lá pelo mesmo motivo: a construção de espaços fixos no metrô com informações sobre os clubes que dão nomes às estações, com fotos e personagens históricos.


A previsão do secretário de transportes metropolitanos, José Luiz Portella, é de que entre cinco e seis meses as estações Palmeiras-Barra Funda, Corinthians-Itaquera, Portuguesa-Tietê e Santos-Imigrantes tenham uma exposição permanente com fotos e um hall da fama de personagens históricos destes clubes paulistas.

Já o memorial do São Paulo ficará na futura estação Butantã do metrô, a partir de 2010, até que a estação do Morumbi seja finalizada - a previsão de conclusão é para 2012.


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade