Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução
Continua depois da publicidade
Recusou a seleção...

Londrinense acredita que líderes da seleção deveriam criticar a CBF

Redação Bonde
22 dez 2015 às 16:12
Continua depois da publicidade

O londrinense Rafinha, do Bayern de Munique-ALE, concedeu entrevista ao 'UOL Esporte' e afirmou que os líderes da seleção brasileira deveriam também criticar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O lateral-esquerdo recentemente recusou defender a seleção comandada por Dunga nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas por ser apenas a quarta opção em sua posição.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"Eu fico triste porque no Brasil a gente sempre culpa o treinador e o jogador, mas os que vêm de cima também têm atrapalhado bastante. Os líderes da seleção poderiam ter uma opinião mais forte. O pessoal tem de falar, se posicionar, criticar. O contexto ali da CBF não deixa o jogador falar. Eu estive lá muitas vezes, sei como é", afirmou.

Continua depois da publicidade


Na oportunidade, o jogador comentou sobre a reformulação do futebol alemão. "O alemão tem liberdade para expor a sua opinião. Essa mescla seria legal. Aqui, a reformulação veio de todas as partes. De jogadores, técnicos, jornalistas. Começou há 15 anos e hoje eles são campeões do mundo", explicou o jogador que está na Europa há 10 anos.

O Campeonato Alemão está em recesso e retornará somente no dia 22 de janeiro de 2016. O Bayern lidera o torneio com 46 pontos em 17 partidas – 15 vitórias, 1 empate e 1 derrota. O Borussia Dortmund figura em segundo com 38 pontos enquanto o Hertha Berlin é o terceiro com 32 pontos. (Com informações do UOL Esporte)


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade