Pesquisar

Canais

Serviços

Polêmica de Ronaldo

Mano Menezes diz que troca concentração por título

Agência Estado
30 jun 2009 às 15:35
Publicidade
Publicidade

O técnico do Corinthians, Mano Menezes, não quis alimentar qualquer polêmica sobre o posicionamento do atacante Ronaldo, que reclamou do excesso de período que a equipe tem ficado concentrada. E prometeu diminuir o tempo de reclusão com a conquista do título da Copa do Brasil.

"Fechei o negócio com ele na hora", afirmou o técnico. "Se conquistar o título, a gente vai ter folga na concentração. É um negócio mais que justo", completou Mano, minimizando o descontentamento de Ronaldo.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Segundo o técnico corintiano, o atacante é "muito inteligente" e deu essa declaração para agitar um pouco a final. "Em uma hora como essa, a gente não pode ficar muito calmo do lado de cá, uma decisão não é para ficar muito calmo e a gente estava meio calma demais", disse Mano Menezes.

Leia mais:

Imagem de destaque
Solidariedade

Times do futebol brasileiro se unem para arrecadar doações para o Rio Grande do Sul

Imagem de destaque
Sem acelerar

Palmeiras usa Bruno Henrique de exemplo por cautela em recuperação de Dudu

Imagem de destaque
Crise

Torcida do Flamengo dá trégua a Tite, mas mantém diretoria no alvo após vitória

Imagem de destaque
São Paulo

Zubeldía volta ao MorumBIS com moral e tem problema por 1ª vitória em casa


O treinador reconheceu que realmente houve muita concentração na reta final da Copa do Brasil, mas por ela ser disputada durante o Campeonato Brasileiro e pelo acúmulo dos jogos decisivos do Paulistão. "É um sacrifício explicável num momento como esse", ponderou.

Publicidade


Mano destacou que não somente os jogadores, mas ele próprio gosta de ficar com a família. "Mas, em determinados períodos, o futebol exige mais da gente", afirmou. O técnico avaliou que os resultados após as concentrações mais longas foram sempre muito bons. "Respeito para isso a mesma coerência que respeito para a formação da equipe", ressaltou.


Segundo Mano, Ronaldo e os outros jogadores sabem por que se concentram. "Quando entender que a ajuda é importante, vamos proceder da mesma maneira", afirmou. De acordo com o técnico, a permanência por cinco dias em Curitiba deve-se ao fato do jogo contra o Atlético Paranaense, pelo Campeonato Brasileiro, ter sido realizado antes da decisão da Copa do Brasil, em Porto Alegre.

"Se estivéssemos em São Paulo concentraríamos na segunda-feira à noite, mas não se justificaria voltar para São Paulo e depois ir para Porto Alegre", argumentou. "A intenção na concentração é não apenas manter os jogadores no hotel, mas cuidar da alimentação, do repouso, e sabemos que em casa não tem condições de fazer."


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade