Pesquisar

Canais

Serviços

Jogo decisivo

Mário Sérgio admite armar Inter na retranca no Mineirão

Agência Estado
20 nov 2009 às 16:14
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Depois de comandar na manhã desta sexta-feira o último treino do Internacional para a partida deste sábado, contra o Atlético-MG, no Mineirão, o técnico Mário Sérgio deu sinais de que escalará a sua equipe com uma formação cautelosa no confronto válido pela 37.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Continua depois da publicidade

O treinador admitiu que ficaria feliz com pelo menos um empate em Belo Horizonte, resultado que faria o time gaúcho permanecer na quarta posição caso o Cruzeiro não vença o Atlético-PR, em Curitiba, no outro jogo deste sábado pelo Campeonato Brasileiro.


"O time tem que saber arriscar na hora certa, mas também não trazer o Atlético para o nosso campo defensivo. Por esta situação de partida decisiva, nosso objetivo é pontuar de qualquer maneira", afirmou Mário Sérgio, que lembrou a estratégia adotada por outros clubes em jogos no Beira-Rio, contra o Internacional, para justificar a postura cautelosa.


"A estratégia é aquela universal, já usada, por exemplo, por Atlético-PR e Botafogo, que aqui no Beira-Rio jogaram fechados, esperando o erro nosso. É o que vamos fazer lá, pois a obrigação de ganhar é deles", reforçou.

O meia Giuliano, por sua vez, lembrou que o Internacional atuará pressionado pela torcida adversária e, por isso, terá de jogar sem afobação. "Eles (do Atlético-MG) têm o Ricardinho, que é um jogador de meio-campo muito experiente, responsável pela armação das jogadas. Além disso, temos que administrar bem a pressão da torcida que vai apoiar o time até o final do jogo", opinou.


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade