15/12/19
34º/21ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Polêmica!

Messi anuncia que jogadores da Argentina não falarão mais com a imprensa

Após a vitória por 3 a 0 sobre a seleção da Colômbia, os jogadores argentinos decretaram "Lei de Silêncio" com a imprensa do País. O craque e capitão Lionel Messi pediu a palavra na coletiva de imprensa na noite desta terça-feira e, acompanhado de toda equipe, explicou que nenhum dos atletas que estiverem defendendo o time irão falar com os jornalistas. O motivo seria a acusação que um repórter fez em uma rede social acusando o atacante Ezequiel Lavezzi de ter fumado maconha na concentração.

Andre Borges/ ComCopa
Andre Borges/ ComCopa


"Olá, boa noite. Perdão, mas é curtinho. Preferimos olhar na cara antes de dar um comunicado. Como já sabem, porque aqui se sabe de tudo, estamos comunicando que não falaremos mais com a imprensa, obviamente vocês sabem por quê. Recebemos muitas acusações e falta de respeito e nunca dissemos nada. Mas isso ultrapassa tudo", disse Messi.


"Lamentamos muito que tenha de ser assim, mas não nos resta outra opção. Sabemos que muitos de vocês não estão nesse jogo de nos faltar com o respeito... podemos ganhar, perder, jogar bem ou mal, mas se meter na vida de uma pessoa... Se não cortarmos hoje, não cortaremos mais. É muito grave e não vamos entrar nesse jogo. Vão continuar nos dizendo um milhão de coisas. Está dito. Muito obrigado", completou o jogador do Barcelona.

O problema entre a imprensa e a seleção argentina começou no início desta terça, quando o jornalista Gabriel Anello escreveu em seu Twitter: "Lavezzi ficará fora do banco de reservas amanhã pelo cigarro de maconha que ele fumou à noite na concentração? Pergunto, só pergunto". Na mesma rede social, o atacante respondeu dizendo que irá processar Anello pelas declarações.
Agência Estado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Entrada gratuita

Londrina sedia primeiro Festival de Hóquei sobre a grama

Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE