Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Redes sociais

Palmeirenses esbravejam por centroavante que não veio

Diego Iwata Lima - Folhapress
02 set 2021 às 09:21
Continua depois da publicidade

O torcedor do Palmeiras não está satisfeito. O clube é vice-líder no Brasileirão e semifinalista na Libertadores. O elenco é o mesmo que ganhou o continental e a Copa do Brasil, com um Viña a menos e um Dudu a mais. Mas o palestrino continua inquieto. E o motivo talvez esteja nos clubes rivais, na comparação com o seu.

Continua depois da publicidade


Continua depois da publicidade

Nas redes sociais, uma boa parte da torcida alviverde está indignada com o fato de o alviverde não ter contratado um nome de mais peso na janela de transferências internacionais que se encerrou ontem -o que é meia-verdade apenas.


Para a atual temporada, o Palmeiras trouxe os volantes Danilo Barbosa e Matheus Fernandes, os laterais esquerdos Jorge e Piquerez, repatriou Deyverson e nada menos que Dudu, talvez o jogador mais prolífico do clube nos últimos dez anos. Mas para uma parcela dos torcedores, esse contingente não fez frente às movimentações dos adversários.

Continua depois da publicidade


O Atlético-MG, oponente do Palmeiras na semi da Libertadores, que já tinha contratado Nacho Fernández e Hulk, entre outros, fechou com Diego Costa. O Corinthians, de baciada, trouxe Giuliano, Renato Augusto, Roger Guedes, João Pedro e Willian. E o São Paulo trouxe de volta Jonathan Calleri.


Entre protestos menos e mais bem humorados, o Palmeiras vem sendo objeto de memes com o que vem sendo considerado inércia da diretoria para contratar. E a posição mais criticada é a de centroavante. Com Deyverson em momento ruim e Luiz Adriano em uma fase ainda pior, já que nem mesmo tem entrado em campo, o torcedor se questiona: quem vai fazer os gols que o time precisa?


Artilheiro na reserva


A fase ruim dos homens de frente do Palmeiras se reflete na tábua de artilheiros do Campeonato Brasileiro. Enquanto o Flamengo tem Bruno Henrique (8) como seu goleador, e o Galo tem Hulk (7), Breno Lopes, com cinco bolas na rede, é quem fez mais gols pelo Alviverde no torneio. Mas Breno, que é reserva, já não faz gols há mais de um mês. Seu último saiu contra o Atlético-GO, em Goiás. na vitória por 2 a 0.


De lá para cá, o Palmeiras teve a seu favor dois gols contra -Manoel, do Fluminense, e Titi, do Bahia-, um gol de cabeça de Luan, um de Willian e um de Rony, de pé esquerdo, encerrando um jejum particular que já girava em torno de três meses.


Na entrevista coletiva após a vitória sobre o Athletico-PR, no sábado (28), Abel Ferreira exaltou a força coletiva de seu ataque, ressaltando que sua linha de frente é a melhor da Libertadores e a segunda melhor do Brasileirão. E comemorou o gol de Rony, o segundo do time no jogo, que deu a vitória ao Palmeiras.


"Ficamos muito felizes, sobretudo por ele poder usar o pé esquerdo. Às vezes, os jogadores se habituam com alguma coisa. Depois, ficam com aquilo na cabeça e o gesto motor não sai de acordo com o que queremos", disse o técnico.


O português também falou de Luiz Adriano, com quem espera poder contar. "Está trabalhando para voltar à melhor forma e tenho certeza absoluta que, nesta temporada, ainda vai nos ajudar. Como o jogador que é, um dos capitães, sabe que tem importância no nosso grupo quando joga e quando não joga", disse ele, após o triunfo sobre o Athletico-PR.


E talvez, nas voltas de Rony e de Luiz Adriano, esteja a chave para o Palmeiras ter um desempenho melhor no restante da temporada. Se os dois principais nomes do ataque voltarem ao desempenho de 2020, o Palmeiras terá duas importantes "contratações" numa janela não de transferência, mas de recuperação, dentro do próprio elenco.

Continue lendo