Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação/VipComm
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Após clássico

Rogério Ceni é agredido por funcionário do Pacaembu

Agência Estado
29 mar 2010 às 02:05
Continua depois da publicidade

O goleiro Rogério Ceni foi agredido por um funcionário do Pacaembu na saída do estádio, depois da vitória do Corinthians sobre o São Paulo por 4 a 3, neste domingo. De acordo com o promotor Paulo Castilho, responsável por combater a violência nos estádios, o agressor foi detido pelos seguranças do clube.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Os seguranças do São Paulo afirmaram que o goleiro recebeu um tapa do funcionário, que seria corintiano e teria chamado o goleiro de "frangueiro". Castilho disse que o goleiro foi agredido (não confirmou o tapa), e que o torcedor foi logo cercado pelos seguranças do clube.

Continua depois da publicidade



"Todos sabem que o maior ídolo do São Paulo é o Rogério Ceni. Os seguranças ficaram revoltados com o que aconteceu", afirmou o promotor. "A gente percebe que a agressão ocorreu, mas não temos detalhes de como foi. Vamos averiguar o que aconteceu e tomar as medidas necessárias", prometeu.


Rogério Ceni deixou o estádio após a agressão. O goleiro falhou no terceiro gol do Corinthians, em cobrança de falta de Roberto Carlos. Por meio de sua assessoria, ele negou ter sido agredido.


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade