Pesquisar

Canais

Serviços

Rubens Chiri/saopaulofc.net
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Saiba mais

São Paulo ataca duas crises da última temporada em um dia com reforços

Brunno Carvalho - Folhapress
21 dez 2021 às 12:05
Continua depois da publicidade

Onze dias depois do término do Brasileiro, o São Paulo acertou com seus primeiros reforços para a próxima temporada. Em apenas um dia, a equipe do Morumbi decidiu tentar resolver dois problemas que ficaram escancarados ao longo de 2021.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

O primeiro, já anunciado oficialmente, foi Rafinha. O lateral-direito, que estava no Grêmio, chega ao Morumbi para preencher um vácuo deixado por Daniel Alves. Desde que o atual jogador do Barcelona deixou o São Paulo, ninguém conseguiu se firmar como titular da posição.


Quem mais teve chances com a saída de Daniel Alves foi Igor Vinícius. O lateral-direito foi titular em sete das 10 partidas que jogou desde 16 de setembro, quando a rescisão com o veterano foi anunciada. Igor Vinícius terminou o Brasileiro com nenhuma participação em gols do São Paulo na competição.


Mesmo com a chegada de Rafinha, a ideia do lateral é de permanecer no São Paulo. Ele tem contrato com o clube até o final da próxima temporada e seu estafe ainda não foi procurado pela diretoria para tratar sobre uma possível transferência.

Continua depois da publicidade


Situação diferente vive Orejuela. Contratado por R$ 13 milhões, o colombiano não conseguiu se firmar no Morumbi. Sem espaço com Hernán Crespo, ele começou como titular com Rogério Ceni, mas rapidamente perdeu a posição. Ele terminou a temporada tendo feito apenas 16 partidas, com um gol marcado na Copa do Brasil e um passe para assistência no Brasileiro.


Orejuela tem conversas em andamento com o Grêmio, justamente o time de Rafinha em 2021. O clube gaúcho, rebaixado para a segunda divisão nacional, tenta o empréstimo com valor fixado e válido até dezembro de 2022.


Enfim, um reserva para Volpi



A outra crise encarada pelo São Paulo na segunda (20) foi no gol. O clube acertou a contratação de Jandrei, que estava no Santos. Aos 28 anos, ele chega para ser uma sombra ao titular Tiago Volpi, algo que o time do Morumbi não teve ao longo de toda a temporada.


O desejo de contar com um reserva mais experiente vem desde a época de Hernán Crespo. As opções em 2021 eram os jovens Lucas Perri (24 anos) e Thiago Couto (22), que ainda não são considerados prontos para assumir uma possível titularidade em caso de ausência de Volpi.


Perri, inclusive, está muito próximo de ser emprestado ao Náutico para a próxima temporada. A ideia é que ele adquira experiência para retornar ao clube no futuro.

Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo