Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Facebook
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Mercado da bola

São Paulo resolve pendências antes da estreia com renovação e rescisões

Brunno Carvalho - Folhapress
26 jan 2022 às 11:27
Continua depois da publicidade

O São Paulo trabalhou nos bastidores para chegar na estreia do Campeonato Paulista com todas as pendências resolvidas. A um dia da partida contra o Guarani, fora de casa, o clube tenta resolver apenas os últimos detalhes da rescisão contratual do atacante Pablo, uma das missões a serem solucionadas na pré-temporada.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade

Sem conseguir cair nas graças da torcida, o atacante aceitou abrir mão do que tinha a receber até 31 de dezembro de 2023, quando encerra o contrato. Em troca, o São Paulo pagaria os valores devidos ao jogador, que seriam entre R$ 2 milhões e R$ 2,5 milhões. As partes avançaram no início da noite de segunda-feira (24) e devem anunciar a rescisão nos próximos dias.


Pablo era um dos jogadores apontados na lista de negociáveis do São Paulo após o fim da última temporada. O clube também esperava resolver a situação de Orejuela, Bruno Alves, Liziero e Vitor Bueno. Os dois primeiros foram emprestados ao Grêmio, enquanto o terceiro atuará na temporada pelo Internacional.
Já o caso de Vitor Bueno foi parecido com o de Pablo. Inicialmente, o São Paulo tentou emprestá-lo, mas o jogador rejeitou investidas do Ceará e do Botafogo e, por detalhes burocráticos, não avançou nas negociações com uma equipe japonesa de nome não revelado.


Depois das tentativas, o meia-atacante avisou o São Paulo que não desejava ser emprestado para nenhuma equipe. A partir daí, as partes passaram a negociar a rescisão contratual. Assim como aconteceu com Pablo, o jogador abriu mão do que tinha para receber até dezembro de 2023 caso o time do Morumbi pagasse os R$ 2 milhões que devia a ele.

Continua depois da publicidade


Enquanto ainda negociava as rescisões, o São Paulo fez uma manifestação pública de que não deseja mais contar com os dois jogadores. A camisa 9 que era de Pablo foi dada a Calleri, enquanto Alisson assumiu a 12 de Vitor Bueno.


Ontem, uma das últimas pendências do profissional foi resolvida. O São Paulo anunciou a renovação do contrato do atacante Juan, promovido recentemente por Rogério Ceni. O jogador tinha vínculo apenas até o meio do ano e já podia assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe.


Caso semelhante vive Vitinho. Destaque do São Paulo sub-20 na Copinha, ele também tem contrato se encerrando no meio do ano. As partes seguem negociando, e o clima no time do Morumbi é de otimismo com a renovação.


Oficialmente, o atacante ainda pertence à base São Paulo. Prestes a completar 21 anos, ele não poderá mais atuar pelo time sub-20. A tendência é que integre a equipe profissional no fim de fevereiro, quando voltar das férias.

Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade