Pesquisar

Canais

Serviços

Seleção faz último treino em Curitiba

Rodrigo Sais - Folha do Paraná
13 ago 2001 às 10:30
Publicidade
Publicidade
A seleção realiza hoje seu último treino em Curitiba antes de viajar para Porto Alegre para disputar o jogo contra o Paraguai, válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, na próxima quarta-feira. Será a primeira vez que Scolari poderá contar com todos os convocados. O zagueiro Lúcio e o atacante londrinense Élber chegaram ontem da Alemanha, após disputarem uma partida pelo Campeonato Alemão.
Ontem, Scolari comandou trabalhos específicos para simular a maneira que imagina que o Paraguai irá jogar: retrancado e partindo nos contra-ataques. Uma das preocupações de Scolari foi com a pressa do ataque em chegar ao gol. "Vamos tocar mais, vamos girar mais esta bola."
Quem mais demonstrava essa ansiedade em jogar era o lateral esquerdo Roberto Carlos. Quando questionado sobre qual a melhor maneira para furar uma eventual retranca paraguaia, o lateral foi incisivo. "Temos que passar por cima deles. Temos que aproveitar nossa velocidade e botar eles pra correr. O que mais quero agora é que o jogo acabe e eu saia cansado, morto, mas com a vitória nas mãos’"
O capitão do time, Leonardo, mostra-se mais cauteloso. "Temos que tomar a iniciativa, mas com cuidado. Às vezes o pessoal quer tanto o gol que acaba errando muitos passes. Temos que tentar manter a posse de bola e aproveitar as oportunidades que aparecerem", acredita o meia.
Praticamente garantido como titular, Rivaldo concorda com Leonardo. Jogando como atacante, Rivaldo demonstra muito respeito pela zaga paraguaia, que estará desfalcada de dois importantes jogadores, Gamarra e Ayala. "Vamos ter que ter paciência, e insistir nos cruzamentos. Pelo meio, só se estiver muito na boa", afirma. Edílson é um dos mais contados para ser o companheiro de Rivaldo no ataque.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade