Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação/Site Oficial do Coritiba
Continua depois da publicidade
Desabafo!

Sem receber, Keirrison detona presidente do Coritiba

Redação Bonde
23 dez 2015 às 15:48
Continua depois da publicidade

Em entrevista ao 'ESPN.com.br', o atacante Keirrison detonou o presidente do Coritiba Rogério Portugal Bacellar após ficar sete meses sem receber salário. O jogador entrou na Justiça para conseguir receber o valor e deixou a equipe paranaense no início deste mês.

Continua depois da publicidade

"O maior problema são as pessoas que gerenciam o clube, que não tem uma forma profissional de lidar. Quando um atleta toma uma posição de reclamar por ficar sem receber, criam situações para te prejudicar. É até difícil que um humano crie isso, jogue contra mim e diga que só penso em dinheiro. É mais que a obrigação deles. Tenho família. Mas eles quiseram me jogar contra a torcida", lamentou. "Fui um dos únicos a não receber salário. Nada contra meus companheiros. Fiquei quieto sobre isso, mas chega um momento em que outros atletas também vão passar por isso. Não quero ser nenhum deus, mas o futebol não vai melhorar", completou.


O jogador ainda enfatizou que Bacellar mentiu para a imprensa sobre a situação do Coritiba. "Eu, sinceramente, nunca tive problemas diretamente, só acho que não se pode falar uma coisa que não existe, declarações que estava tudo em dia. É uma falta de respeito para mim. Ele falou que não sabia e me machucou mais ainda, porque se você é um presidente e não sabe que um atleta não recebe... Me deixou muito triste. Ele não quis pagar minha cirurgia no joelho e eu senti que não queriam me colocar para jogar. Então falei, 'vou ter que sair, vou ter que seguir minha vida'", argumentou.

Aos 27 anos, Keirrison está sem clube e treina sozinho para a temporada 2016. O jogador ainda se recupera do falecimento de seu filho, Henri Lucca, de 2 anos, vítima de um quadro infeccioso. (Com informações da ESPN.com.br).


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade