Pesquisar

Canais

Serviços

Futebol feminino

Tubarão feminino atropela o Guarapuava com goleada de 18 a 0 pelo Paranaense sub-17

Redação Bonde com N.Com
07 ago 2023 às 18:42
- Divulgação
Publicidade
Publicidade

Quem foi ao estádio Vitorino Gonçalves Dias (VGD), na tarde de ontem (6), vai ter a imagem desse domingo ensolarado gravada na memória por bastante tempo. Em um jogo inspirado, de seriedade e alta eficiência, as meninas do Londrina Esporte Clube (LEC) sub-17 venceram o time do Madeirit Guarapuava com uma goleada acachapante de 18 a 0, em casa, pela 3ª rodada do Campeonato Paranaense de futebol da categoria.


Marcada com o espetáculo que alegrou a torcida presente, essa foi segunda vitória do Tubarão em casa no torneio, colocando a equipe na vice-liderança com seis pontos, atrás do Imperial, de Curitiba, que permanece invicto e soma nove.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A diferença colossal no placar em favor do Alviceleste foi construída com gols das jogadoras Maria Clara, que marcou cinco vezes, Lívia e Tardelli (4 cada), Fernanda Lopes (2), Vic (2) e Naty.

Leia mais:

Imagem de destaque
Série A

Brasileirão 2024 terá 134 estrangeiros; veja os números por país

Imagem de destaque
Palmeiras

Raphael Veiga cita aprendizado com Kaká e muda em campo para ser mais decisivo

Imagem de destaque
Indefinido

Paulinho surpreende e ganha sobrevida no Corinthians, mas não sabe do futuro

Imagem de destaque
Morelos

Santos pode usar caso de Lucas Lima para negociar jogador de maior salário


O primeiro tempo terminou em 6 a 0 para o LEC, que dobrou o rendimento na segunda metade e fez mais 12 gols, fechando a goleada de 18 a 0. O próximo confronto, pela 4ª rodada do estadual, será contra o Imperial, clube da capital paranaense, no domingo (13), às 15h30, também no VGD.

Publicidade


Na análise do treinador do Londrina, Johnny Gonçalves, contra o Guarapuava o time entrou confiante e determinado em campo, focado no objetivo de garantir a vitória e conseguir um placar elástico para fazer saldo de gols, fator que pode ser decisivo na disputa pelo título do estadual sub-17. “Foi uma partida muito positiva, com excelente desempenho das nossas atletas. A equipe foi muito superior no jogo como um todo, todas elas atuaram bem estão de parabéns. Soubemos aproveitar a maior parte das chances para golear e somar mais gols, levando em consideração que o time do Imperial havia ganhado por 10 a 0 do Guarapuava na rodada anterior. Enfrentaremos as curitibanas no próximo domingo (13), no VGD, e estamos confiantes em uma vitória. Se isso acontecer, empataremos com elas na liderança, alcançando nove pontos, mas assumimos a ponta pelo desempate no saldo de gols”, contou.


Publicidade


O técnico londrinense aproveitou para parabenizar as adversárias, do Madeirit Guarapuava, pela coragem em disputar sua primeira competição oficial no futebol feminino, e por colaborar com a realização do Campeonato Paranaense 2023. “Trata-se de uma equipe bem jovem e que já está enfrentando outros times fortes e que possuem já uma tradição no futebol feminino do Paraná, fico feliz por elas estarem jogando e tendo essa oportunidade. Tivemos um enorme respeito pela equipe adversária, parabenizo as meninas e o técnico Tiago pela determinação em participar da competição.

Publicidade


 Nosso time jogou muito sério, sem brincadeirinhas ou desmerecimento às oponentes, buscamos os gols do começo ao fim, e a melhor forma de respeitar o adversário no esporte é fazer o necessário para alcançar o que se deseja”, salientou.

Publicidade


Gonçalves ainda ressaltou que o processo de evolução de um projeto de categoria de base exige tempo de trabalho, consistência nos treinamentos e persistência nas competições. “Nos jogos escolares femininos que disputamos, por exemplo, é comum conseguirmos alguns resultados com diferença significativa de gols, e isso é resultado de um projeto sólido, que já existe há 11 anos com o Tsuru. A parceria do Tsuru com o LEC existe desde 2019. Lá atrás, ainda no começo, as equipes também sofriam derrotas, algumas por goleada, isso faz parte do processo e serviu como aprendizado e experiência para podermos crescer. Os times passaram a treinar mais vezes e por mais tempo, foi melhorando a preparação e conseguiu começar a obter as conquistas. As atletas treinam todos os dias, de duas horas a duas horas e meia, com trabalho no sábado de manhã também. A proposta é buscar excelência, desenvolver um trabalho diferente, que vem para deixar sua marca, elevar o nível, alcançar reconhecimento e virar referência”, destacou.


O Paranaense 2023, torneio que está em sua segunda edição, é disputado em pontos corridos por quatro equipes, em grupo único, com jogos em turno e returno. Participam o LEC, Imperial, Toledo e Madeirit Guarapuava. A realização é da Federação Paranaense de Futebol (FPF).


O projeto do LEC feminino de futebol, conduzido por meio de parceria entre o Londrina Esporte Clube e a Associação Esportiva Tsuru, conta com recursos advindos da Fundação de Esportes (FEL), via Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe).

Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade