Pesquisar

Canais

Serviços

- Gaspar Nóbrega/COB
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Atletismo

Alison dos Santos conquista 1ª medalha individual do Brasil em provas de velocidade desde 1988

Folhapress
03 ago 2021 às 01:08
Continua depois da publicidade

Com desempenho ruim nas Olimpíadas de Tóquio-2020, o atletismo brasileiro tinha sua maior esperança de pódio com Alison dos Santos. Na final dos 400 m com barreiras, ele era apontado como um dos principais corredores do planeta e não decepcionou.

Continua depois da publicidade


O brasileiro ficou com o bronze na prova disputada nesta terça-feira (3).

Continua depois da publicidade


Foi a primeira medalha brasileira individual em provas de velocidade no atletismo olímpico desde o bronze de Robson Caetano nos 200 m em Seul-1988. Depois disso, o país subiu ao pódio apenas com revezamentos, saltos ou corridas de longa distância.


Alison já havia dado sinais de que tinha chances de chegar ao pódio. Primeiro brasileiro a correr a prova abaixo dos 48 segundos, ele quebrou o recorde sul-americano cinco vezes nesta temporada, antes da final olímpica. A última delas foi na semifinal em Tóquio, com 47s31.

Continua depois da publicidade


Antes mesmo de chegar ao Japão, o corredor era apontado como um dos principais nomes da prova, atrás apenas dos americanos Raj Benjamin e do norueguês Karsten Warholm, recordista mundial, com 46s70.

"Eles são favoritos, mas são oito corredores na final", disse Alison, deixando implícito acreditar que qualquer resultado era possível.


Continue lendo