Pesquisar

Canais

Serviços

Mariana Ribeiro comemora o terceiro lugar - Miriam Jeske/CPB
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Paralimpíadas

Brasil leva prata no revezamento e fecha dia com 4 medalhas na natação

31 ago 2021 às 09:18
Continua depois da publicidade

O Brasil conquistou a medalha de prata no revezamento misto 4x100m livre 49 pontos, para deficientes visuais, nas Paralimpíadas de Tóquio. A equipe brasileira encerrou com o tempo de 3min54s95 e concluiu um dia especial para a modalidade, que conquistou quatro pódios nas finais desta terça-feira (31) na capital japonesa. Curiosamente, o desempenho veio após uma segunda-feira sem medalhas.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade

Campeão dos 50m livre S11, Wendell Belarmino abriu o revezamento pelo Brasil e completou sua participação em segundo lugar. Depois, Douglas Matera saltou para a liderança e abriu larga vantagem. Na sequência, foi a vez das duas mulheres da equipe. Lucilene Sousa foi a terceira a cair na água e manteve a ponta, enquanto Carol Santiago, que mais cedo levou o ouro nos 100m livre da classe S12, fechou na segunda colocação.


O desempenho de Carol Santiago foi marcante, pois ela duelou com nadadores da Rússia e da Ucrânia para definir o seu posto no pódio. Não conseguiu sustentar a dianteira, sendo ultrapassada pelo russo Vladimir Sotnikov. Porém, garantiu a prata, segurando o ucraniano Kyrylo Garashchenko.

Continua depois da publicidade


O ouro, assim, ficou com a Rússia, com 3min53s79, novo recorde paralímpico da prova. A Ucrânia fechou o pódio com o tempo de 3min55s15.


Desempenho na natação


Esta foi a terceira medalha do Brasil em revezamento nas Paralimpíadas de Tóquio. O país já havia levado o bronze no 4x50m livre misto até 20 pontos e mais um bronze no 4x100m livre misto da classe S14.


Só nesta terça-feira, a natação do Brasil conquistou quatro medalhas na capital japonesa. Além do pódio com o revezamento e do ouro de Carol Santiago, Gabriel Bandeira foi prata nos 200m medley da classe SM14 (para atletas com deficiência intelectual) e Mariana Gesteira Ribeiro levou o bronze nos 100m livre S9.


A natação, assim, tem impulsionado o desempenho do Brasil nas Paraimpíadas, com 41 medalhas, sendo 14 de ouro, 11 de prata e 16 de bronze. Na modalidade, são cinco ouros, quatro pratas e oito bronzes.

Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo