Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Tá sobrando?

Dilma garante R$ 30 bilhões para eventual Olimpíada

Agência Estado
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, foi bem clara em sua exposição aos inspetores do Comitê Olímpico Internacional (COI) durante sabatina realizada nesta quinta-feira no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"Afirmamos que não queremos elefantes brancos", declarou. Pouco depois, ela anunciou que o governo federal vai criar um fundo de investimento para garantir o orçamento de R$ 30 bilhões que deverão ser injetados na Olimpíada de 2016, se o Rio for escolhido sede do evento.

Continua depois da publicidade


"Elefante branco" foi o rótulo mais aplicado para algumas instalações do Pan-Americano de 2007, no Rio, que ficaram às moscas depois dos Jogos. Como exemplos, o Parque Aquático Maria Lenk e o Velódromo.


À tarde, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista coletiva no canteiro de obras da CSA, em Santa Cruz, disse que o Brasil tem todas as condições de ser sede de qualquer evento mundial. "É preciso parar com a pequenez de pensar que o Brasil é inferior a outro país", declarou. "É preciso parar de pensar com a ideia de que a Olimpíada tem de ser feita na Europa ou nos Estados Unidos", prosseguiu.


Lula esteve no Rio participando de vários eventos e se encontrou com os delegados do COI que estão na cidade para inspecioná-la. Com a intenção de reforçar os argumentos de que o Rio é capaz de receber Olimpíada, fez elogios ao Pan realizado na cidade em 2007 e o citou como exemplo de organização.

Continua depois da publicidade

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que a exemplo de Dilma foi sabatinado, afirmou pela manhã que o Rio está um pouco à frente na disputa com Madri, Tóquio e Chicago por estar resistindo à crise mundial. "Mostramos a eles a nossa capacidade econômica e, ao mesmo tempo, a estabilidade. A economia brasileira será mais do que suficiente e sólida para os Jogos de 2016".


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade