11/08/20
29º/14ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Fórmula 1

Doria diz que Interlagos vai receber F1 em 2020 e alfineta autódromo no Rio

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta sexta-feira (10) que a capital paulista vai receber o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 em 2020. De acordo com o político tucano, o autódromo de Interlagos estará pronto para receber a corrida -prevista inicialmente para 15 de novembro- seguindo os protocolos de saúde.

Unsplash
Unsplash


"Entendemos como importante para o turismo. Para este ano está confirmada a Fórmula 1 e o autódromo [estará] preparado, evidentemente com os protocolos de saúde. E os organizadores já sabem", afirmou em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Apesar das previsões, ainda não há uma data confirmada para a realização da prova no Brasil. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) divulgou nesta sexta parte do calendário oficial e o país ainda não foi incluído. O tucano também disse que o governo segue em negociação para manter a categoria em Interlagos pelos próximos anos e alfinetou a possível construção de um autódromo no Rio de Janeiro, principalmente em um momento de pandemia.

"Seguimos conversando com a Liberty Media para a possibilidade de renovação do contrato. Não há confirmação. Aqui temos um autódromo pronto, consagrado, tido como um dos cinco melhores do mundo. Nada contra o Rio de Janeiro, mas não faz sentido um gasto de R$ 1 bilhão para construir um autódromo em uma área que não tem aprovação ambiental em um momento de pandemia com escassez de recursos", comentou.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou na coletiva que a cidade já está em contato com os responsáveis pela categoria, apresentando dados específicos da capital paulista para tentar isolar o GP do Brasil do panorama nacional.
"Nós estamos em contato com a organização do evento, mostrando os números da pandemia aqui na cidade de São Paulo, para dar total tranquilidade à organização, para manter a prova neste ano, mostrando que os números da cidade não correspondem à realidade do Brasil como um todo", afirmou Covas.

"São os números que são divulgados no exterior que deixaram a organização preocupada com a realização da prova neste ano. Espero que compreendam que, aqui na cidade, não há nenhum risco para a realização da prova em novembro deste ano", completou.
Felipe Pereira e Patrick Mesquita - Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Copa Libertadores
Conmebol agenda volta da Libertadores para 15 de setembro
Torneio
Mesmo cancelado, Wimbledon distribui R$ 68 milhões a 620 tenistas
Surpreendeu
Perez lidera 1º treino livre do GP da Estíria com a Racing Point
Continue lendo
Polêmica
Clubes da Série A desistem do Einstein e buscam alternativas para testes
11 AGO 2020 às 08h33
Brasileirão
Globo pede proibição de transmissões da Turner, mas Justiça nega
11 AGO 2020 às 08h23
Veja os vídeos
Confira os melhores momentos de Londrina x Criciúma e o pênalti que Dalton pegou
11 AGO 2020 às 07h24
Campeonato Brasileiro
LEC e Criciúma ficam no zero e zero em estreia na Série C
10 AGO 2020 às 23h27
Dois em Londrina
Dois jogadores do Criciúma que testaram positivo para Covid-19 estão em Londrina
10 AGO 2020 às 19h04
Ángel Correa
Atlético perde atacante por Covid para jogo decisivo da Champions
10 AGO 2020 às 14h33
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados