Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Instagram
Ao som de Beyoncé

Rodolpho Riskalla brilha e conquista prata no hipismo

Folhapress
26 ago 2021 às 10:09
Continua depois da publicidade

Rodolpho Riskalla conquistou a medalha de prata nesta quinta (26) no para-adestramento do hipismo nas Paralimpíadas de Tóquio. O pódio é o primeiro do brasileiro em Jogos Paralímpicos e o coloca na história da modalidade.

Continua depois da publicidade


A incrível apresentação do conjunto com Don Henrico ao som de Aquarela do Brasil e Beyoncé emocionou o cavaleiro e empolgou a equipe presente no Equestrian Park. Ele competiu pela categoria de grau III, para atletas andantes com comprometimento unilateral, moderado nos quatro membros, severo nos braços ou com deficiência visual severa.

Continua depois da publicidade


Ele foi o terceiro a competir na prova, colocou o sarrafo no alto, fazendo 74.659 pontos e liderou a prova durante bastante tempo. Só foi superado pela holandesa Sanne Voets, campeã mundial de 2018 (quando o brasileiro foi segundo), que fez 76.585 pontos. Riskalla ficou com a prata e o bronze terminou com a belga Manon Claeys.


O paulistano de 37 anos herdou a paixão do hipismo de seu avô e de sua mãe. Atleta inicialmente de adestramento convencional, disputado nos Jogos Olímpicos, ele foi bicampeão sul-americano de Young Riders (uma espécie de categoria de base do hipismo) em 2004 e tricampeão nacional.

Continua depois da publicidade


Riskalla fazia campanha olímpica visando uma vaga na Rio-2016 e morava na Europa para se preparar para esse sonho quando, em 2015, contraiu meningite bacteriana. Como consequência da doença sofreu a amputação tibial das duas pernas, mão direita e dedos da mão esquerda. Logo migrou para para-adestramento e chegou a participar da Paralimpíada do Rio, terminando em 10º.


Mas foi no atual ciclo que ele brilhou, se colocando como um dos melhores do mundo. Tanto que chegou em Tóquio cotado para conquistar uma medalha para o Brasil. Com o fiel companheiro, Don Henrico, seu cavalo de 18 anos da raça Hannoveraner, os dois fizeram uma prova impecável ao som de Ary Barroso (com Aquarela do Brasil), Barbara Streisand e Beyoncé.

Além da conquista prateada no Japão, Rodolpho acumula diversos campeonatos importantes. Em 2019, o brasileiro foi ouro no individual Hartpury Festival of Dressage na Inglaterra e campeão geral do Concurso Internacional Paraequestre de Doha 2019, além de ter conquistado o bronze por equipes no Torneio de Maio em Mannheim, na Alemanha, em 2019.


Continue lendo