Pesquisar

Canais

Serviços

Long Nguyen/Red Bull Content Pool
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Super Bowl do mountain bike chega a 20 anos com manobras de cinema

19 out 2021 às 11:53
Continua depois da publicidade

Saltos de cinema, tombos alucinantes, manobras pra lá de radicais e público enlouquecido. Teve tudo -e ainda mais- no Red Bull Rampage 2021, considerado o "Super Bowl" do mountain bike, que ocorreu sexta (15) e sábado (16) no deserto de Utah, nos Estados Unidos.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Para quem nunca ouviu falar no evento, o Red Bull Rampage é um verdadeiro teste de habilidade e desafio mental para os praticantes de mountain bike, que descem trajetos construídos por eles próprios para impressionar os juízes com saltos e manobras arriscadíssimos.


O evento evoluiu ao longo dos últimos 20 anos para se tornar o título mais cobiçado do mountain bike freeride. Não à toa, ganhou o apelido de Super Bowl e virou a competição mais extrema de mountain bike do mundo -as fotos são de tirar o fôlego!


Nesta edição, a 15ª da história, o canadense Brandon Semenuk fez história e se tornou o primeiro tetracampeão do evento, superando o segundo colocado Kurt Sorge, dono de três títulos, por apenas 0,67 ponto. A vitória veio depois de uma queda na primeira tentativa e a volta por cima na sequência.

Continua depois da publicidade


"Depois de cometer um erro na minha primeira volta, coloquei o corpo em movimento e os nervos pra fora, então, só queria fazer a descida que mentalizei. Todas as minhas vitórias do Rampage são especiais, mas esta é incrível por razões óbvias. Todos estiveram muito bem neste evento", disse Semenuk.


Como funciona


Os pilotos, em conjunto com dois membros da sua equipe, vão construir os seus percursos pela montanha. As equipes têm quatro dias para fazer as suas vias e mais quatro para treinar e aperfeiçoar as rampas para conseguir uma linha dos sonhos na competição.


Mas quem vence? Não existe marcação de tempo. Cada piloto desce a montanha duas vezes na final e leva a vitória aquele que conseguir deixar os juízes realmente de queixo caído com suas manobras e com o caminho escolhido. Os critérios mais importantes são seleção do percurso, tempo de voo nas manobras e fluidez, estilo e velocidade.

Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo