Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Rigor

Xerife quer indiciar Phelps por uso de maconha

Agência Estado
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Depois de admitir o consumo de maconha durante uma festa em novembro do ano passado, Michael Phelps corre o risco de ser indiciado pelo caso. O xerife Leon Lott, do condado de Richland, na Carolina do Sul, afirmou ao jornal local The State que pode processar o nadador dono de 14 medalhas de ouro olímpicas.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"Não é um caso diferente de qualquer outro. É bem fácil, já que temos fotografias, uma confissão parcial e podemos determinar o local onde houve a infração", afirmou o xerife. Phelps usou a droga durante uma festa na Universidade de Columbia, no estado da Carolina do Sul.

Continua depois da publicidade


As leis estaduais apontam a posse e o consumo de maconha como uma infração leve, que pode ser punida com até 30 dias de prisão e multa de US$ 570 (cerca de R$ 1,3 mil), além dos custos judiciais.

A foto de Phelps foi publicada no domingo pelo tabloide britânico News of the World, e no mesmo dia o nadador divulgou uma nota oficial se desculpando pelo seu "erro". O Comitê Olímpico Internacional e as autoridades esportivas norte-americanas disseram que, embora a maconha seja proibida pelo código antidoping, o caso não vai resultar em punição ao nadador, que estava em férias.


Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade