Pesquisar

Canais

Serviços

- Marcos Zanutto
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

A favor da maré - No Mundial, mas de olho no Rio-2016

Lucio Flávio Cruz
Grupo Folha
28 mar 2016 às 09:27
Continua depois da publicidade


Aos 32 anos, Igor Tofalini vai para a competição mais importante até aqui na carreira: o Campeonato Mundial de Paracanoagem, em maio, na Alemanha. A vaga veio após vencer a prova dos 200 metros da categoria KL2, na Copa Brasil, disputada no início do mês no Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo (Cepeusp).
"Consegui ir bem na competição e esta vaga no Mundial representa muito para mim. É um objetivo que foi alcançado", apontou o atleta, que ganhou o ouro também na disputa dos 500 metros na Copa Brasil. A vaga no Mundial garante também a Tofalini a oportunidade de treinar no Cepeusp, centro de treinamento especializado da seleção brasileira de paracanoagem e remo. "Lá é outra estrutura, além de profissionais de várias áreas especializadas na modalidade. Treinando no Centro terei a oportunidade de evoluir e buscar outros objetivos", revelou o paracanoísta, campeão brasileiro e paranaense em 2014.
As próximas metas são buscar uma medalha no Mundial e garantir uma vaga nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. Em 2016, a paracanoagem será disputada pela primeira vez na competição. "A definição para as Paralimpíadas está em aberto. Serão avaliados vários quesitos, índice, momento atual, preparação. Por isso, um bom resultado na Alemanha pode me ajudar", frisou o atleta da equipe de canoagem e remo do Iate Clube.
Tofalini, que era caubói, começou na paracanoagem em 2013, após sofrer uma queda de um touro em um rodeio e perder os movimentos da cintura para baixo em 2011. "Ele é uma referência e o grande motivador dos demais atletas. Foi o nosso primeiro atleta e agora é ainda mais espelho para todos pelos resultados que têm conseguido", afirmou o técnico Gelson Moreira.

RESULTADOS
Além de Igor Tofalini, outros paratletas da equipe do Iate brilharam na Copa Brasil. Anderson Benatti conquistou a medalha de bronze nos 200m da categoria KL2 e comemorou. "Foi melhor do que imaginei", garantiu. Milton Franco ganhou prata nos 500 e 200m na categoria máster KL3 e Ademir Rocha foi o quarto colocado nos 500m da KL3. "Enfrentei adversários fortes, mas aos poucos vou alcançando os objetivos", frisou Ademir.
Atualmente sete paracanoístas treinam na equipe do Iate Clube, que mantém parceria com a Fundação de Esportes, através do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe). As próximas competições do time são as duas outras etapas da Copa Brasil e o Brasileiro, no mês de setembro, em Curitiba. (L.F.C)


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade