11/12/19
º/º

LONGA ficha corrida - Procura-se matador que fugiu da PEL I

Foragido seria um dos autores de latrocínio de empresário

O detento que fugiu da PEL I (Penitenciária Estadual de Londrina) na manhã de sábado (5) tem uma capivara extensa. O NOSSODIA recebeu a informação de que o "fujão" seria Higor da Silva
Marcondes, de 21 anos. Aproveitando a muvuca do dia de visitas, Marcondes usou uma "teresa" (aquela corda feita com lençol) para fugir da PEL I, onde uma pessoa a bordo de uma motocicleta BIZ já estava à sua espera.
Marcondes foi preso pela Polícia Civil no final do mês de abril de 2018 em Curitiba, onde estaria na casa de seu pai. No mesmo mês, a Polícia Civil já havia tentado capturá-lo em uma casa no jardim Columbia, mas Higor conseguiu fugir, restando apenas para a Polícia a apreensão de drogas, armas e munições.

Além do tráfico, Higor tem histórico de crimes de latrocínio, homicídio e roubo. Ele seria, segundo a Justiça, o autor do disparo que matou o empresário Antônio Quinelato, de 61 anos, na véspera
de Natal do ano de 2015. O comerciante havia fechado o supermercado e no caminho de casa quando foi abordado por Higor e outros dois homens - Willian Camargo Soares dos Santos e Luís Fernando Ferreira da Silva, que pediam o dinheiro do caixa. Quinelato teria reagido à voz de assalto e armado de uma pistola, participado de um troca de tiros com os bandidos, sendo alvejado por pelo menos quatro disparos. O empresário morreu à caminho do hospital. Na época do ocorrido, Higor seria menor de idade e o autor de um tiro no peito do empresário.
Em setembro de 2017, o juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio, condenou os três homens pelo crime de latrocínio. A pena ultrapassa 20 anos em regime fechado. Na época da
condenação, Marcondes e Ferreira estavam foragidos, enquanto Santos havia sido preso em novembro de 2016.
Outra bronca atribuída ao foragido mas ainda em fase de investigação, é o assalto a um hipermercado na avenida Duque de Caxias no dia 3 de abril de 2018. Disfarçados de pedreiros, seis bandidos chegaram de Kombi ao local e tiveram acesso ao hipermercado depois de render e prender os funcionários em uma sala. Eles roubaram aparelhos eletrônicos como tevês e celulares.
Até o fechamento desta edição, Higor da Silva Marcondes não havia sido recapturado.
Edson Neves/NOSSODIA, com colaboração de Fernanda Circhia
comentários
Continue lendo

Síndico profissional

Sonhos

Pilhas

Humor

Inep vai divulgar notas do Enem

Santo do dia

Santo Antão

Veja mais e a capa do canal