22/01/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE

Menos busões - CMTU confirma redução de linhas do Psiu

Algumas linhas serão encerradas e outras terão circulação apenas de segunda a sexta

Ricardo Chicarelli
Ricardo Chicarelli


Com o fim do contrato de concessão do transporte coletivo em Londrina, o serviço Psiu deve ser reduzido pela metade. Cartazes dentro dos veículos já alertam a população que os micro-ônibus azuis operados pela TCGL (Transportes Coletivos Grande Londrina) só vão rodar até o sábado (19), último dia de vigência. O serviço 0800 de informações ao usuário confirma a informação. No caso da Londrisul, três linhas operadas manterão a circulação, mas apenas de segunda a sexta.

A CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) confirmou na tarde desta quarta-feira (16) o encerramento de algumas linhas do Psiu, a partir de sábado, quando se encerra o contrato de concessão do transporte coletivo, que foi prorrogado por mais seis meses ou até a conclusão do processo licitatório, suspenso na terça-feira (15) pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado).

Com a medida, serão encerradas as linhas 011 - Psiu Santa Rita, 013 - Psiu Shopping, 023 - Psiu Evangélico. "A mudança vale a partir de segunda-feira (dia 21) e, a partir daí, a CMTU vai acompanhar a operação das linhas convencionais que atendem as regiões do Psiu. A companhia também orientou a TCGL a disponibilizar mais veículos e horários de ônibus nestas áreas, produzindo e distribuindo informativos aos usuários", informou a companhia em nota.
No caso da linha Psiu 011, a demanda será atendida pelas linhas convencionais 311 (Santa Rita), 312 (Santa Madalena), 106 (Guilherme Pires) e 107 (Aragarça). A Psiu 013 será absorvida pela 803 (Vivi/Shopping), 806 (Saul Elkind/Shopping), 425 (Comercial Norte), 213 (Shopping Catuaí) e 417 (Jardim Catuaí). Já o itinerário da Psiu 023 será absorvido pelas linhas 503 (Aquiles/Centro) e 506 (Violin/Maria Cecília/Centro). "A CMTU informa que o encerramento de tais operações para a Grande Londrina não tem caráter definitivo. A expectativa é que, em outra oportunidade, o serviço seja retomado", afirma a CMTU.
Em relação à empresa Londrisul, o serviço Psiu será mantido mesmo durante o contrato excepcional. A concessionária administra as linhas 053 - Psiu Cafezal, 054 - Psiu Ouro Branco e 055 - Psiu Jardim União da Vitória. O valor da tarifa é R$ 5,50. (Luís Fernando Wiltemburg/Grupo Folha)

Serviço diferenciado
O Psiu foi criado em 2011 e presta um serviço diferenciado, com carros menores e mais ágeis. Todos os carros são equipados com ar condicionado, bancos estofados e, desde 2014, alguns carros também oferecem sinal 4G para os passageiros, sem a necessidade de senha. Outro diferencial é a possibilidade de embarque e desembarque sem pontos definidos, de acordo com a necessidade do usuário.
O fim do serviço chega no momento em que a CMTU acerta um contrato emergencial de prorrogação dos serviços enquanto a licitação para nova concessão permanece suspensa pelo TC do Estado do Paraná. O pedido de suspensão foi feito pela TCGL, que se recusou a participar da nova licitação e que alega que o valor máximo da tarifa estipulado em edital não sobre os custos do serviço.
Procurada, a assessoria de comunicação da TCGL informou que a empresa não vai se pronunciar.
A atendente Letícia Volpato utiliza o Psiu há pouco mais de dois anos para se deslocar ao trabalho por ser uma opção para agilizar o transporte. "É mais rápido, e também pelo conforto. Sem o serviço, vai ficar mais complicado. Os outros ônibus vão ficar mais congestionados do que já são. Com Psiu, demoro cerca de 15 minutos para chegar em casa. De ônibus convencional, o tempo sobe para 25 a 30 minutos", comenta. (L.F.W.)
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo

Síndico profissional

Sonhos

Pilhas

Humor

Inep vai divulgar notas do Enem

Santo do dia

Santo Antão

Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE