Pesquisar

Canais

Serviços

- Walkiria Vieira
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Minha história - A felicidade de Kikuti

Walkiria Vieira
NOSSODIA
14 mar 2016 às 09:33
Continua depois da publicidade

"Com os cinco filhos criados e encaminhados, o aposentado Toetsu Kikuti, 73 anos, encontra, debaixo de um pé de árvore, seus momentos de descanso. Com os chinelos de lado e as pernas suspensas, fica à vontade principalmente porque a pracinha do Bandeirantes é parte de sua história. "Sou fundador e criei raízes. O primeiro terreno comprei na Serra das Araras, 163, quando ainda tinha 17 anos. Ali é o começo da minha vida." Kikuti começou a trabalhar aos 15 anos na oficina mecânica do tio, depois numa retificadora e se aposentou aos 59 anos como mecânico. "Tô feliz da vida, ainda mexo com alguma papelada, vejo os documentos, vou ao banco, compro alguma peça que falta e aqui na praça fico observando o movimento, coloco água nas plantas e no fim da tarde vou pra casa. Sou caseiro e meus amigos acham que eu devia viajar, pescar, mas me sinto tão feliz assim". Em casa, encontra a esposa, Mitsuko Kikuti, que gosta de palavras cruzadas e tricô. "Ela sempre controlou bem a economia da casa e graças a Deus nunca fizemos fiado." Nascido em São Jerônimo da Serra, Kikuti explica que já deu muito duro na vida. "A gente veio de uma luta danada, perdi meu pai com seis anos, minha irmã foi dada e eu que quase não tive estudo, mas sou feliz."

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade