Pesquisar

Canais

Serviços

- Walkiria Vieira
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Minha história - Leila, a criativa

Walkiria Vieira
NOSSODIA
03 mar 2016 às 12:47
Continua depois da publicidade

As primeiras bonecas da artesã Leila Lima foram feitas por ela mesma. "Eram de retalhos de roupas velhas e eu fazia das latas de sardinha, guarda-roupas." Já adulta, quando morava no Japão, sofreu um acidente e, durante o tratamento, aprendeu macramê e pintura. No fundo, no fundo, o talento já estava ali e Leila aproveitou as oportunidades e o que via pela frente para transformar em arte. Em seu ateliê, a cadeira de design e cor que roubam a cena, foi salva do lixo. "Sempre tive essa necessidade de reaproveitar e para convencer meu filho, às vezes, quando encontrava algo no caminho, era explicar que estava colaborando com a natureza." Vitor Alexandre já está com 14 anos e cresceu vendo a mãe e o pai, que customiza carros, trabalhando muito. "Fiz a placa bordada quando o Vitor nasceu e, embora trabalhasse em outra área, foi uma forma de me expressar." Nesses 15 anos, Leila soma também muitas amizades, já que suas peças são feitas para lembranças de nascimento, de formatura, casamento ou aniversário. O tecido, o feltro e a linha não são segredo para a artesã e quem ousa ver do avesso o que faz, surpreende-se com o refinado acabamento. "Falo para as minhas alunas, por que colar, se pode costurar?

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade