Pesquisar

Canais

Serviços

Preocupante - Epidemia de Dengue em Londrina

Celso Felizardo
Grupo Folha
21 mar 2016 às 08:56
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
A 17ª Regional de Saúde confirmou a entrada de Londrina na lista de municípios em situação de epidemia de dengue. De acordo com os dados da Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), foram registradas 8.184 notificações da doença desde agosto do ano passado, início do ciclo epidemiológico, com 1.836 casos confirmados. Destes, apenas 33 são importados. Com 1.803 casos autóctones, a incidência é de 328 casos por 100 mil habitantes. O parâmetro da Organização Mundial da Saúde (OMS) para definir quadro de epidemia é incidência de dengue a partir de 300 casos por 100 mil habitantes.
O aumento dos casos de zika vírus também é preocupante. Segundo o secretário municipal de Saúde, Gilberto Martin, já são dez registros, sendo sete autóctones e três importados. Do total de 51 notificações, 11 foram descartadas e outras 33 seguem sob investigação. Já a chikungunya teve registro de um caso importado, em janeiro, após um moradora retornar de viagem ao Caribe. Sete casos suspeitos foram descartados.
Martin expôs que, pelo método utilizado pelo município, em que o calendário tem início em 1º de janeiro deste ano, a incidência seria de 267 casos por 100 mil habitantes, portanto, não epidêmica. No entanto, o secretário admitiu considerar o ciclo de 1º de agosto a 31 de julho, usado pelas esferas federal e estadual. "O que importa é que estamos com um número de casos de dengue muito alto. As condições climáticas favoreceram a procriação do Aedes aegypti, que hoje não se restringe a determinadas regiões, mas circula por todo o País", contou.
Para Martin, reduzir os índices de infestação depende da conscientização dos moradores. "Falta um processo de engajamento por parte da população. Trabalhar essa questão será o nosso foco nos próximos meses", adiantou.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade