Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Só carrão

SÓ CARRÃO - Oito são presos por roubo de carros

Vítor Ogawa
Grupo Folha
10 mar 2016 às 08:40
Continua depois da publicidade

Oito acusados de integrar uma associação criminosa de roubo de carros foram presos, durante a Operação Marin, realizada pela Polícia Civil de Londrina, na quarta. O objetivo do grupo era usar os veículos no transporte de cigarros contrabandeados. A juíza Cláudia Andrea Bertolla Alves, da 4ª Vara Criminal de Londrina, expediu 12 mandados de prisão preventiva, dos quais oito foram cumpridos no dia. Outro suspeito, segundo a Polícia, é Paulo Marin dos Santos, que estava preso desde novembro do ano passado.
A investigação vinha sendo realizada desde 2015, quando aconteceu a apreensão de um Corolla e uma Ecosport carregados de cigarros contrabandeados. Posteriormente uma outra dupla foi presa fazendo a entrega das mercadorias com um Hyundai Santa Fé e outra com uma I30. Algumas das pessoas detidas nessas operações foram liberadas mediante fiança. Segundo o delegado adjunto da 10ª Subdivisão Policial, Manuel Pelisson, depois dessas prisões foi percebida uma redução dos roubos de veículos na região. Os suspeitos liberados foram monitorados pelos investigadores da inteligência da 10ª SDP. Pelisson informou que eles atuavam principalmente na região das clínicas de Londrina, na Avenida Bandeirantes e adjacências. Os assaltos também eram realizados na região dos Lagos Igapó 1 e 2 e nas proximidades do Hospital do Câncer de Londrina.

Só carrão de luxo
De acordo com o delegado Pelisson, os ladrões tinham preferência por veículos de luxo. Pelisson explicou que todas as vezes em que há a apreensão de cigarros contrabandeados, os veículos utilizados para esse fim são apreendidos. Para que os bandidos não tivessem mais prejuízos, começaram a roubar os veículos para fazer o transporte.
O delegado-chefe da 10ª SDP, Sebastião Ramos dos Santos Neto, informou que uma das prisões (a de um proprietário de um ferro-velho) aconteceu em Maringá. "Em Maringá funcionava um dos pontos de receptação. No local foram encontrados equipamentos para fazer a raspagem e pinos para uma nova marcação (de chassis)", ressaltou. No mesmo local foi apreendida uma caixa de munição .380, utilizada em armas semiautomáticas. Outros pontos de receptação ficavam em Rolândia e Cambé. A operação terá continuidade até que os outros três que tiveram a prisão decretada forem presos. (V.W.)


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade