Pesquisar

Canais

Serviços

Gostam de viver em grupos nômades, de 5 a 50 aves, e de viajar com outros ruminantes, como zebras e antílopes - Cesar Augusto/Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Avestruz

A ave que não voa, mas corre muito...

Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O avestruz ou Struthio camelus ("camelo pardo") é a maior das aves e, se não pode voar, por ter asas atrofiadas, compensa essa "desvantagem" correndo muito. Suas pernas longas, fortes e ágeis permitem que atinja uma velocidade de até 80 km/h, com vento favorável, mantendo média de 65 km/h. Haja pernas, no entanto, pois em uma só passada, o avestruz consegue cobrir de 4 a 5 metros.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

E como são altos estes "bichinhos"... Entre 2 e 4 anos de idade, quando estão no seu auge, avestruzes machos chegam a medir 1,8 m a 2,7 m de altura, enquanto as fêmeas alcançam de 1,7 m a 2 m. Durante o primeiro ano de vida os avestruzes crescem cerca de 25 cm por mês.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


São altos, mas também elegantes. Pesam, em média, de 90 a 130 kg.


Suas penas, macias, e que servem como isolante térmico, são bastante diferentes das penas rígidas de pássaros voadores. Em compensação, suas fortes pernas não têm penas.


Seu aparelho digestivo é semelhante ao dos ruminantes e seus olhos, com suas grossas sobrancelhas negras, são os maiores olhos das aves terrestres. Tem o pescoço longo, a cabeça pequena, e dois dedos muito grandes (em cada pata), que se assemelham a cascos.

Continua depois da publicidade


Gostam de viver em grupos nômades, de 5 a 50 aves, que, muitas vezes, viajam juntos com outros animais ruminantes, tais como zebras e antílopes.


Entre os alimentos preferidos, estão as sementes e os vegetais, mas de vez em quando consomem também pequenos bichos, como gafanhotos. Como não possuem dentes, engolem pedrinhas que ajudam a esmagar, no papo, os alimentos engolidos.


Os avestruzes conseguem ficar sem água por muito tempo, vivendo exclusivamente da umidade das plantas consumidas. Isso não quer dizer, no entanto, que não gostem de água. Ao contrário... Adoram tomar muitos banhos.


Com visão e audição aguçadas, podem detectar predadores, tais como leões, a uma grande distância. Quando ameaçados, avestruzes fogem, mas podem também ferir seriamente seus inimigos, com coices, por meio de suas poderosas pernas.


E já que são ovíparos, as fêmeas da espécie põe os ovos fertilizados em um único ninho comunitário, um buraco escavado no chão e com 30 a 60 cm de profundidade.


O ninho pode conter de 15 a 60 ovos (os maiores ovos de uma espécie viva), com um ovo médio tendo 15 cm de comprimento, 12 cm de largura, e peso de 1.4 kg. Os ovos são chocados pelas fêmeas de dia e pelo macho, à noite, aproveitando as cores diferentes dos dois sexos para melhor camuflagem. O período de gestação é de 35 a 45 dias.


A expectativa de vida é de 50 anos em média, podendo variar de 30 a 70 anos.


Atrás das penas


No passado, avestruzes foram muito caçados por causa de suas penas, que costumavam ser muito populares como ornamentos em chapéus de mulheres e em outros acessórios. Suas peles eram também valorizadas para fazer couros finos.


A criação, visando o comércio de penas, começou no século XIX. Hoje, existem criatórios de avestruz que exploram seu couro, sua carne, sua plumagem e seus ovos.

Mas você sabia? O avestruz possui o couro mais resistente entre todos aqueles disponíveis no comércio.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade