Pesquisar

Canais

Serviços

- Fábio Teódulo/Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Macarronada

Mães... Sabor... Amor...

Chef Taico
11 mai 2017 às 09:11
Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A família era grande.
Os avós, filhos e filhas, todos os netos e alguns convidados.
A cada ano uma das residências era a escolhida para o almoço festivo do dia das mães, mas cada família levava o seu melhor prato. Que festa...
Mulheres jovens, bonitas e cheias de filhos. Orgulhosas e felizes com sua prole davam o seu melhor. Com esmero preparavam pratos deliciosos, salgados e doces, assados ou cozidos, desde pasteizinhos para beliscar passando por maionese e salpicão, chegando a lasanhas, tortas, rosbife, pernil, frango assado, farofas e sobremesas perfumadas e coloridas.
Minha mãe, suas irmãs e minha avó faziam deste dia um deleite.
Sobre o piso de vermelhão, uma velha mesa de madeira em tom azul desbotado rangia e balançava levemente.
"O segredo é sovar bem a massa filhinho."
Sou eu ali, ouvindo, observando e aprendendo.
Minha avó com os braços firmes empurrava aquela bola de farinha e ovos para lá e para cá, esticando e dobrando, e logo com um rolo ia abrindo e salpicando farinha até ficar esticada e fininha.
O cheiro da massa se misturava com o que vinha do fogão; Carne, tomates, ervas e temperos num borbulhar muito lento, encorpando e ganhando sabor.
E então a mão habilidosa dobrava e cortava a massa em tirinhas que eram abertas e salpicadas de fubá.
Na hora correta, a água fervente e levemente salgada recebe a massa que rapidamente amacia e vai para a travessa coberta com o molho.
A mesa agora é um enorme quadro de sabor e amor...
Amor de mãe, amor de vó, comemorado à mesa com seu maior dom: a generosidade.

Continua depois da publicidade


Clique aqui para conferir a receita.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade