Pesquisar

Canais

Serviços

- Fábio Teódulo/Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Isca de peixe

Profecia

Chef Taico
04 abr 2018 às 08:28
Continua depois da publicidade

Nosso vizinho na casa da Higienópolis era um japonês das antigas, seu
modo de vida trazia a cultura de além mar.
Já estava na casa dos oitenta e exibia uma saúde de ferro.
Nossa convivência não era intensa, mas graças a ele foi razoavelmente
cordial.
No quintal de casa o jogo esquentava, o chute vinha forte e o goleiro
situado sob as traves do varal não alcançava e lá ia a bola passando sobre
o muro e rolando no quintal alheio.
Enquanto vários "lulus" latiam freneticamente nós fazíamos o coro e
gritávamos: "Saaaam, Saaaammmm, Saaaammmmmmm", até que
pacientemente ele afastava os cães e nos devolvia a bola.
Todos os dias, munido de caniço, samburá e um grande chapéu de palha
ele descia para o Lago Igapó, o dia passava cheio de atividades até que
pela tarde sentados no murinho em frente à casa do Paulo lá vinha ele.
"Oi Sam, pegou muito peixe hoje?" Questionava...
Com a mesma paciência, ele nos mostrava o samburá cheio de lambaris.
Mas um dia nos deparamos com a novidade, com a mão ele nos mostra
um peixe diferente, maior, as nadadeiras do dorso abertas em leque e
com seu conhecimento milenar profetiza: Este veio para ficar.
Alguns anos se passaram e agora era eu com a varinha, anzol e isca.
Protegido por um guarda-sol e acomodado em uma cadeira, jogava a
linhada no lago formado por uma represa e lotado de peixes. As beliscadas
eram constantes e às vezes trazia um exemplar se debatendo até a
margem.
Passada a tarde, enquanto os pescados eram pesados e limpos chegava o
melhor momento da pescaria; sentar à mesa do bar do "pesque pague" e
pedir uma bela porção de isca de peixe.
Tilápia enfarinhada, fritinha, crocante. Bom demais, cumprindo a profecia.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Clique aqui e confira a receita!


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade