14/04/21
PUBLICIDADE
Doce de abóbora

Ao gosto do pai



O tacho reluzente fumaceia sobre o fogão.

A colher de pau dança pra lá e pra cá, fazendo um leve ruído quando passa pelo fundo, muito vigor, paciência e experiência.

Na Avenida Higienópolis tinha uma feira bem na porta da minha casa, então a compra da abóbora era tranquila.
Tum, tum, tum. Punho fechado batendo na grande abóbora rajada, já esbranquiçada pelo sol. Para os ouvidos apurados a batida soava perfeita.
Vou levar esta.
A mesa de serviço é no quintal, tampo grosso de peroba que carrega as cicatrizes de grandes preparos.
Muita força, cascas e sementes para um lado, belos pedaços laranja avermelhados para outro.
O tacho de cobre é muito bem esfregado, "tem que tirar o zinabre".
Tudo pronto, fogo alto, cubos de abóbora, muito açúcar e alguns cravos.
Os pedaços transpiram seu suco que engrossa aos poucos com o açúcar, uma ou outra mexida com a grande colher de pau.
Tempo passa; passatempo.
Agora já é uma massa, não se vê mais o que é açúcar ou abóbora e a colher trabalha em ritmo intenso.
Tem que apurar no gosto do seu pai.
Anoitecendo, meu pai lambisca em uma colher o doce laranja acastanhado, perfumado e firme.
No seu rosto a alegria do gosto, no da minha mãe o sorriso da generosidade.

Clique aqui e confira a receita!


Chef Taico
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Arroz doce

Deduzindo

04 OUT 2018 às 22h30
Dobradinha

Dia certo

27 SET 2018 às 22h30
Panqueca

Preferência mundial

20 SET 2018 às 22h30
Costelinha de porco

Bem assadinha

13 SET 2018 às 22h29
Cuscuz paulista

Paulistas

06 SET 2018 às 09h55
Bolo de fubá cremoso

Mimoso

30 AGO 2018 às 22h30
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados