07/07/20
26º/16ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Confira

Brasil já conta com mais cachorros do que crianças nas casas

Pixabay
Pixabay

Na atualidade, houve um aumento significante de casas, cujos habitantes caninos são membros integrantes da família. Em alguns casos, os cachorros são a própria família. Esse fenômeno inter-relacional, referente a cães e humanos, é totalmente natural e se deu porque o homem já perdera a sua naturalidade há tempo!

Naturalidade essa, que deveria compor elementos comportamentais positivos, porém intrínsecos naturalmente aos cães. É válido mencionar, de que o efeito comportamental-existencial, que os cachorros produzem nas pessoas, são exclusivamente pertencentes a raça canina, não sendo obtido por nenhuma outra espécie do reino animal". Concluí, Alexandre Bez.


Para o psicólogo e escritor, os cachorros ocupam cada vez mais lares brasileiros. "Por ser um relacionamento autêntico, e por compor como membro familiar em muitas casas onde não podem ter ou não ter filhos e/ou não querem filhos, os cães ocupam essa titularidade familiar, preenchendo em número crescente as residências com a sua presença.

A ligação cães / ser humano é fundamentalmente mágica, cósmica, especial. O animal possui, em sua ascendência — a remanescência genética dos lobos, animais esses, que já nos acompanhavam no passado. Cães são ligados emocionalmente com os homens, exacerbando naturalmente um companheirismo, uma fidelidade anotada na proporção de 100%.


O espaço territorial dividido entre homens e cães, é altamente saudável, justamente pela autenticidade da união relacional, sendo os membros mais novos da família moderna do Séc. XXI. Podemos identificar os cachorros como grandes e verdadeiros "companheiros sociais", existencialmente adaptados para enfrentar e proteger o homem de qualquer situação que exija uma atenção maior.


Os cães são extraordinariamente "afetuosos-atenciosos" possuindo uma inteligência superdotada. Inteligência essa, responsável por ser demasiadamente "perceptíveis-intencionais", quer dizer compreender e saber quando o seu dono, não está bem. Momentos esses, adicionados naturalmente de carinho e afeto, para atenuar o nosso "desconforto emocional.


"O animal, devida a sua inteligência sensorial, conseguem ler a nossa aura, sabendo quem está mal-intencionada ou não. Nos protegem do perigo, tendo um comportamento antagônico ao ser humano de personalidade periculosa. Os cães, mantêm a nossa alma aquecida, melhorando o nosso trato psicológico-emocional! Não são céticos, nem fanáticos, muito menos invejosos, amam o dono verdadeiramente, sendo mesmo, criaturas divinas-celestiais". Declarou o psicólogo.

Fisiologicamente, de acordo com a AHA (Associação Americana de Cardiologia), pelo bem que os cachorros fazem à nossa alma, nos protegem de patologias cardiovasculares. A única intenção dos cães é fazer o homem feliz, que se associa com o único e verdadeiro princípio existencial do homem — ser feliz.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Entenda
Caso Zeus chama atenção para a adoção de animais
07 JUL 2020 às 09h09
Ajude a encontrar!
Após furto em casa, família procura por cachorros em Cambé
06 JUL 2020 às 11h57
Ajuda de especialista
Veja alguns sinais de que seu cachorro precisa de um adestrador
06 JUL 2020 às 09h16
Muito fofos!
Cachorro e bebê fazem bagunça juntos; assista ao vídeo!
03 JUL 2020 às 11h01
Só no 1º semestre
400 animais form resgatados pela Polícia Civil em 2020
03 JUL 2020 às 10h22
Falta de habitat
Aquecimento global pode trazer mais riscos aos peixes do que se imaginava, aponta pesquisa
03 JUL 2020 às 08h21
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados