23/06/21
PUBLICIDADE
Entenda

Cavalo cai de telhado e assusta família em Presidente Prudente

Divulgação/CCZ
Divulgação/CCZ


Um forte barulho vindo da cozinha assustou uma família logo após o jantar, em Presidente Prudente (a 556 km de São Paulo). Temendo ser um ladrão, correram para o cômodo para ver o que acontecia e se assustaram ao encontrar, ao lado da mesa, um cavalo, que tinha acabado de cair do telhado.

A cena inusitada aconteceu na noite da terça-feira (4) no parque Watal Ishibashi, depois de o animal não perceber que o terreno em que estava -que faz divisa com os fundos da casa, num nível superior- ter terminado.

O tombo, de uma altura pouco superior a dois metros, destruiu parcialmente o telhado do imóvel e um armário existente na cozinha, ao lado da geladeira, e provocou um ferimento no animal. Nenhum dos moradores do imóvel ficou ferido.

"A família ficou muito assustada, mas está bem. Quando foram ver se havia alguma pessoa, um bandido, na cozinha, encontraram o cavalo ao lado da mesa", disse Ricardo Barbosa dos Santos, gerente do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Presidente Prudente.

Acionado, por volta das 22h, o órgão enviou um funcionário que cuida de animais de grande porte ao local. O cavalo saiu pela porta da frente do imóvel e foi colocado no veículo do CCZ, onde está à espera do aparecimento de seu proprietário, o que não ocorreu até a tarde desta quinta-feira (6).

Um veterinário fez uma sutura no ferimento do cavalo, que pesa cerca de 300 quilos. "Ele está bem, está se alimentando", disse Santos.

A família registrou boletim na Polícia Civil, para tentar ser ressarcida pelos danos estruturais provocados na casa.

O animal ficará no CCZ por sete dias à espera de seu proprietário. Se não for retirado, será doado para uma instituição de caridade, que normalmente revende o animal para angariar recursos para seus trabalhos assistenciais.

Para retirar o cavalo, o dono terá de pagar taxas de apreensão (R$ 199) e de diárias no CCZ, hoje em R$ 71,81. Entre terça e esta quinta, o valor acumulado chega a R$ 342,62.

"O que a gente sempre pede é que as pessoas não deixem animais soltos nas ruas, principalmente de grande porte, pois isso pode causar acidentes como esse. Felizmente não houve feridos."

É ao menos a terceira vez em pouco mais de dois meses que ocorre incidente do tipo no país.

No último dia 20, um cavalo que pesava cerca de 500 quilos caiu dentro de uma casa em Cariacica (ES), quando estava pastando no alto de um morro que fica logo atrás do imóvel. Não houve feridos.

Antes, em fevereiro, um cavalo ficou entalado no telhado da prefeitura em Aricanduva (MG), em episódio em que o animal sofreu ferimento leve.

"Um cavalo subiu em cima do telhado da sede, causando alguns danos, que prontamente já estão sendo reparados. O animal foi retirado com todo o cuidado pelos funcionários, não apresentou nenhuma lesão séria, apenas uma escoriação no rosto. Também não houve nenhuma pessoa ferida. Um caso inusitado, que chega a ser engraçado, mas que no fim deu tudo certo", diz comunicado da prefeitura da cidade mineira.
Folhapress
PUBLICIDADE
Continue lendo
Negligência

MP denuncia homem que ateou fogo em bode em Jaguapitã

23 JUN 2021 às 16h15
Fique atento!

Pets exigem maior atenção durante o frio

22 JUN 2021 às 23h59
Maus-tratos

Prefeitura de Maringá resgata quatro cães abandonados

22 JUN 2021 às 15h00
Veja cuidados

Pets sofrem com problemas respiratórios e nas articulações no inverno

21 JUN 2021 às 14h30
Na.Mosca

Secretaria do Ambiente de Londrina divulga aplicativo para adoção de animais

18 JUN 2021 às 23h59
Maus-tratos

Quinze cachorros desnutridos e um em decomposição são encontrados em casa de Cornélio Procópio

18 JUN 2021 às 10h15
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados