14/05/21
PUBLICIDADE
Dicas!

Confira como manter o alimento do pet sempre fresco

Pixabay
Pixabay


Uma alimentação completa e balanceada faz toda a diferença na vida dos cães e gatos. Além de escolher produtos de alta qualidade, o modo de armazená-los também é fundamental para manter os benefícios nutricionais e garantir o melhor aproveitamento dos alimentos.


"Os cuidados com a conservação começam ainda na escolha do alimento na loja. É preciso examinar bem a embalagem antes de efetivar a compra para garantir que o pacote não esteja danificado ou fora do prazo de validade”, explica o médico-veterinário Flavio Silva, supervisor de capacitação técnico-científica da PremieRpet®, empresa especialista em alimentos de alta qualidade para cães e gatos.

Uma vez em casa, ele esclarece que é preciso armazenar corretamente o produto. "Escolher um local arejado, fresco, protegido do sol e da umidade para guardar o alimento é um aspecto muito importante, pois evita a formação e desenvolvimento de micro-organismos como fungos e bactérias”, aponta.

Flavio também indica uma série de boas práticas de armazenamento para não perder os benefícios nutricionais do alimento, confira:

- Mantenha um alimento em sua embalagem original. Além de ser uma barreira de proteção, ela contém informações importantes do produto como a data de validade, os níveis de garantia e ingredientes.

- Potes herméticos são uma boa opção para maior segurança no armazenamento, desde que sejam foscos, à prova de luz e que o alimento seja mantido dentro de sua embalagem original.

- Ao alimentar o pet, retire da embalagem apenas a porção que for oferecer a ele. Caso o alimento não seja consumido em sua totalidade, descarte as sobras e nunca as retorne à embalagem original.

- Após abrir o produto, o alimento seco deve ser conservado de maneira adequada e consumido em até 4 semanas, a fim de preservar o sabor, a crocância e os nutrientes. Já no caso de alimentos úmidos, se não for oferecido todo o conteúdo do sachê em uma refeição, armazene o produto dentro da embalagem original, vedado e refrigerado. O ideal é que seja consumido em até 48 horas após sua abertura.

O médico-veterinário Flavio Silva ressalta, ainda, que o ideal é sempre lavar e enxugar o comedouro antes de reabastecê-lo com alimento. "Não se deve deixar sobras no pratinho, pois esses restos que tiveram contato com a saliva do pet e ficaram expostos ao ambiente podem favorecer o desenvolvimento de micro-organismos e contaminar o próximo alimento”, finaliza.

Seguindo essas dicas, o pet terá um alimento sempre fresco, nutritivo e saboroso!
Redação Bonde com assessoria de imprensa
PUBLICIDADE
Continue lendo
168 cães operando

Apreensão de drogas com uso de cães da PM aumenta em quase 1.000% no Paraná

13 MAI 2021 às 14h30
Descubra

Mito ou verdade: Gatos podem tomar leite?

13 MAI 2021 às 13h00
Cuidados

3 dicas essenciais para cuidar da pele e pelagem de cães e gatos

12 MAI 2021 às 10h22
Ameaçado de extinção

Registro raro de tubarão-martelo deve contribuir para a criação de políticas públicas de conservação

11 MAI 2021 às 14h30
Veja o vídeo

Funcionário de balsa pula no mar para resgatar cachorro em SP

10 MAI 2021 às 14h50
Hora do passeio

Ferroviário aposentado constrói trenzinho para cães

07 MAI 2021 às 16h12
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados