04/04/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Saiba mais!

Conheça seis erros que tutores cometem ao cuidar da saúde dos pets

A saúde é um dos pontos mais importantes na vida dos seres humanos. Entretanto, ela também deve ser levada a sério no caso dos pets, sejam eles cachorros, gatos, tartarugas e outros. Mudanças em algumas ações do dia a dia podem assegurar o bem-estar dos animais.

Reprodução/Pixabay
Reprodução/Pixabay


Entre os cuidados estão alimentação, vacinação e até a escovação dos dentes do animal, segundo Alessandra Amieiro, veterinária colaboradora da DogHero.

Ela lista abaixo seis erros que tutores cometem ao cuidar da saúde dos pets. Confira:

Dar comida de humano

Muitos pais de cachorro costumam complementar a ração dos seus filhotes de quatro patas com comida de humano consumida por eles mesmos em casa. Além do hábito ser um dos fatores que mais contribui para a obesidade em cachorros, alimentos como chocolate, uva, açaí, carambola e tomate, por exemplo, são tóxicos e outros são de difícil digestão para os cãezinhos e podem fazê-los engasgar. Mesmo que o seu cãozinho faça cara de pidão, resista. É melhor para a saúde dele!

Não seguir a quantidade de ração recomendada

A ração de cachorro é um alimento completo, ou seja, que deve suprir todas as necessidades nutricionais do animal. Ela é uma forma mais fácil e prática de alimentar o seu cãozinho: depois de escolhida, basta oferecer a quantidade ideal para o animal diariamente.

A informação sobre a quantidade de ração a ser oferecida está presente no rótulo e é importante que seja seguida à risca para evitar tanto a obesidade quanto a desnutrição. Apesar disso, consulte o médico veterinário antes de decidir pelo alimento e a quantidade a ser oferecida ao seu cachorro. Além de esclarecer as suas dúvidas e assegurar o melhor alimento para o animal, a sugestão do veterinário levará em conta as especificidades do idade do animal e condições que são afetadas pela alimentação.

Escove os dentes do seu cãozinho

Pesquisas mostram que mais de 80% dos cães com mais de 6 anos apresentam problemas periodontais. Isso acontece porque muitos pais e mães de cachorro não incluem a escovação dos dentes na rotina de higiene de seus filhotes peludos. O ideal é que a escovação seja feita diariamente e com produtos específicos para cachorro.

Pular algumas vacinas

Alguns tutores se preocupam com vacinas no período em que os pets são filhotes e pulam algumas imunizações conforme o animal vai crescendo. É importante seguir à risca o protocolo vacinal e, principalmente, as orientações do veterinário com relação ao período de imunização. Se o profissional disser que o cãozinho não pode se expor a outros cães durante um período, acredite. Isso garante um desenvolvimento saudável do seu cachorro.

Medicar o pet em casa

Essa é, sem dúvida, uma prática que nunca deve ter feita. Isso porque alguns medicamentos próprios para cães podem ser tóxicos para algumas raças e a dosagem errada pode causar a morte do animal. Fique longe dos remédios caseiros e não tente fazer uma avaliação via pesquisa no Google. Quando o seu cachorro se sentir mal, leve-o imediatamente a um veterinário. Ele saberá não apenas identificar a razão do mal-estar, como também decidir qual o melhor procedimento para cuidar da saúde do seu cãozinho.

Meu cachorro fica solto em casa por isso não passeio com ele

Esse é outro erro que muitos pais de cachorro cometem. Muitos acham que pelo fato do cachorro ficar solto em casa, ter um quintal para explorar ou ter alguém ou mesmo outro cachorro pra brincar são suficientes e que o passeio é dispensável. Mas não é. Cachorros precisam gastar energia, sentir cheiros diferentes e conhecer outros espaços que o ambiente da casa.

Não podemos esquecer que os ancestrais dos cães viviam em vida livre, podiam andar, correr e caçavam para se alimentar. O passeio é importante para deixar o cãozinho feliz, mais calmo e sociável com outros cachorros e pessoas. Além disso, reduz a ansiedade do animal e, com isso, diversos problemas de comportamento, como o hábito de destruir objetos e latir em excesso.
Lívia Marra - Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Entenda
Saiba o que é o coronavírus canino e como proteger seu pet
Há solução!
O cão rosna e late muito? Saiba como lidar com a situação
Veja as dicas!
Saiba quais são os cuidados necessários na hora da tosa do pet
Continue lendo
Entenda!
Ministério da Saúde pede cadastro de veterinários para ajudar no combate ao coronavírus
03/04/2020 08:46
Prevenção
No Paraná, 15 mil animais domésticos serão castrados
02/04/2020 10:52
Veja dicas!
Saiba como cuidar de gatos durante o período de isolamento social
02/04/2020 08:31
Um fofo!
Cachorro conforta médicos que atuam na saúde contra o coronavírus
01/04/2020 11:33
Higiene já!
Saiba quais são os cuidados necessários aos pets no isolamento
01/04/2020 08:22
Veja mais e a capa do canal