02/08/21
PUBLICIDADE
Anote já!

Dicas de cuidados com cães e gatos nas festas juninas

Pixabay
Pixabay


O mês de junho chegou e com ele uma das comemorações mais típicas dos brasileiros: a festa junina! Em tempos de pandemia não são esperados nem permitidos grandes festejos, mas eles tendem a ser substituídos por festas em casa, que têm se tornado cada vez mais comuns.

Famosa pelas comidas típicas, a festa junina também é marcada pelos sons de fogos, rojões e outros efeitos sonoros que podem gerar uma série de transtornos para os pets, especialmente aos cães. No caso das festas caseiras, o risco é até maior, pois o barulho pode ficar ainda mais perto dos animais.

Para ajudar a reduzir o estresse dos cães e gatos durante o período, a PremieRpet® criou a campanha "Não brinque com fogos, brinque com o seu pet”, que convida os tutores a comemorarem a festa junina e se engajarem em uma ação contra o uso de fogos nas comemorações.

A campanha conta com ações informativas e brindes em pontos de venda de todo o país, site com orientações veterinárias, um vídeo ensinando a lidar com a situação de stress e até um filtro no Instagram para os tutores manifestarem seu apoio ao não uso de fogos.



Dicas para minimizar o desconforto com o barulho de fogos

De acordo com o médico-veterinário e supervisor de capacitação técnico-científica da PremieRpet®, Flavio Silva, é importante saber identificar quando os pets estão assustados e conhecer maneiras para ajudá-los nesse momento de insegurança. Com o medo do som dos fogos de artifício, os cães, por exemplo, podem manifestar o incômodo com latidos, agitação, tremor, salivação excessiva e tendem a buscar segurança nos tutores ou procurar um abrigo. Por isso, ele orienta:

- Acolha o animal em um cômodo fechado e seguro para abafar ao máximo os ruídos dos fogos. Vale ligar um som ou a TV para camuflar o barulho externo;

- Coloque petiscos dentro de uma caixa de papelão e incentive-o a rasgar e encontrar o alimento;

- Disponibilize uma garrafa pet com cookies ou petiscos. Faça furos e deixe em um local calmo para que eles consigam tirar e degustar (caso o pet não esteja habituado a brincar dessa forma, faça furos maiores);

- Brinque com o pet para demonstrar a ele que está em um ambiente seguro. Vale investir em atividades para estimular o faro, a "caça” e a alimentação;

- Se o pet se esconder e não quiser interagir, o mais importante é respeitar o comportamento, observar e esperar o melhor momento para oferecer um ambiente com brinquedos e estímulos positivos;

- Fique atento também aos quitutes juninos! Alimentos que fazem a alegria dos humanos podem esconder perigos aos animais, por isso é preciso resistir aos olhares pidões e não compartilhar as refeições e aperitivos com os pets;

- E lembre-se: sempre que necessário, consulte um médico-veterinário ou zootecnista especializado em comportamento de cães e gatos.
Redação Bonde com assessoria de imprensa
Continue lendo
Único e especial

Dia do vira-lata: saiba mais sobre a 'raça' mais querida do país

31 JUL 2021 às 10h00
Frio intenso

Aprenda a fazer roupa para cachorro com roupas usadas

30 JUL 2021 às 15h45
Saiba como ajudar

Cães e gatos recebem proteção extra durante o frio em Apucarana

29 JUL 2021 às 15h30
'Me leva pra casa'

Está aberta campanha de adoção responsável de cães e gatos em Londrina

28 JUL 2021 às 15h30
Tem felinos?

Conheça os principais cheiros que incomodam os gatos

27 JUL 2021 às 17h00
Cães ainda dominam

Gatos ganham espaço nos lares devido à pandemia, aponta pesquisa

26 JUL 2021 às 16h00
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados