02/06/20
25º/14ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Sentimentos

Saiba qual é a importância dos pets para a saúde mental dos tutores

Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) de 2019, o Brasil tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo, contabilizando 18,6 milhões de brasileiros, o que representa cerca de 10% da população.

O isolamento social causado pela pandemia do Covid-19 pode agravar esse quadro e gerar ainda mais transtornos psicológicos como estresse, depressão e falta de confiança. Nesse cenário, muitos encontram um refúgio nas videochamadas para familiares e amigos, enquanto outros buscam nos animais de estimação um pilar emocional.


De acordo com a veterinária Thais Matos, da DogHero, maior empresa de serviços para animais de estimação da América Latina, o convívio com animais de estimação estimula a produção e liberação do hormônio endorfina no corpo da pessoa, o que proporciona sensação de bem-estar e relaxamento. Além disso, há ainda a serotonina, que regula o humor, diminuindo a carência e ajudando os tutores a passarem pelo isolamento social e a sentirem menos a falta do convívio social.

Os animais também são seres sencientes, ou seja, têm capacidade emocional para sentir alegria, medo, dor e até mesmo saudades. Por isso, é possível criar um vínculo afetivo entre humanos e animais, tornando os pets como membros da família.


"Esse elo ocorre por meio da relação de confiança que se cria entre tutor e pet. Além da companhia, a convivência com animais pode funcionar como uma terapia ao ser humano, pois as brincadeiras, conversas e o carinho que eles retribuem e até a aceitação ao tutor sem julgamentos, são capazes de diminuir o estresse, trazer conforto e fortalecendo os laços entre eles", comenta a especialista da DogHero.

Para o psicólogo Abel Antonio Pinto, que atende pelo GetNinjas, maior aplicativo de contratação de serviços da América Latina, é fato que o isolamento social pode desencadear transtornos psicológicos como crises de pânico, ansiedade, elevação da pressão arterial, sentimento de solidão, pensamentos obsessivos e compulsão alimentar.

Nesse sentido, os animais de estimação e, principalmente, os cães podem contribuir para manter a saúde mental dos tutores e diminuir os transtornos psicológicos.

"Os cães são os animais que mais sentem empatia com o ser humano e, consequentemente, promovem uma troca verdadeira na relação afetiva, ajudando a diminuir distúrbios de ansiedade e solidão. Ainda, o animal dependerá exclusivamente do cuidado do tutor e isso faz com que ela, a pessoa, se sinta mais útil, aumentando sua autoconfiança", comenta o especialista.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Muito fofo!
Tutores compram mini camas para seus gatos e as fotos são muito fofas
Benefícios
Saiba por que oferecer alimento úmido para os gatos
Higiene
Confira 7 dicas para dar banho em cães durante a quarentena
Continue lendo
Saiba mais
China retira cachorro de lista de animais criados para consumo, e protetores comemoram
01/06/2020 08:54
Já achou um lar!
Gatinho é resgatado de bueiro pelos Bombeiros
29/05/2020 11:00
Saiba como cuidar
Depressão: cães e gatos também podem desenvolver a doença
29/05/2020 10:25
Veja!
Aprenda a fazer roupas de frio para cachorro sem gastar muito
28/05/2020 10:57
Cuidados
Confira 10 dicas para receber um novo animal de estimação em casa
27/05/2020 10:16
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados