Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Cães 'falam'

Veja curiosidades sobre a linguagem canina

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
28 ago 2021 às 10:00
Continua depois da publicidade

Assim como os humanos, cães conseguem expressar diversos sentimentos como afeto, confiança, medo e alerta de perigo somente pela postura. Eles não só se expressam, como também conseguem entender nossa linguagem corporal e nossa atitude. Especialistas de Balance reuniram uma série de curiosidades sobre a comunicação canina por meio da linguagem corporal.

Continua depois da publicidade


Confira algumas curiosidades:

Continua depois da publicidade


Posição de alerta: Quando os cães apontam as orelhas para frente, alinham o rabo na altura do corpo e se apoiam na ponta das patas, significa que o pet está em sinal de alerta para algo que tenha ouvido, como por exemplo, alguém chegando em casa, outro cachorro passando na rua ou barulhos estranhos. Esse sinal pode gerar comportamentos de excitação, medo ou agressividade, dependendo do motivo que originou o estado de alerta do cãozinho.

Continua depois da publicidade


Bocejo: O ato de bocejar pode ter significados diferentes, já que pode ser atribuído a sono ou cansaço dos pets ou pode ser um sinal de que o cachorro está estressado ou incomodado com algo. Muitos bichinhos bocejam quando levam broncas ou se assustam com algo.


Relaxamento: Quando estão com a cauda e cantos da boca relaxados e orelhas em posição natural, os cães estão se sentindo seguros, tranquilos e felizes. Geralmente encontramos pets com essa postura após exercícios físicos, brincadeiras e quando se sentem confortáveis no ambiente em que se encontram.


Desvio do olhar: É uma das formas mais comuns que os cães usam para demonstrar que estão se sentindo incomodados, estressados, assustados ou ameaçados por alguma coisa. É a maneira que esses pets aprenderam a se retirar de um conflito ou avisar que não querem contatos invasivos.


Rosnar: Cães rosnam quando querem dar a entender que não gostaram de algo. Muitas vezes, essa é maneira que o bichinho encontra de avisar para que alguém ou outro cão se afaste. Essa atitude pode preceder um avanço ou uma mordida, dependendo da situação e do estresse do cachorro.


“Os cães se comunicam 80% utilizando a linguagem corporal. Apenas 20% os demais sentidos. Por isso, é importante que o tutor aprenda a identificar os sinais que o cão apresenta em seu comportamento. Pela postura que ele pode vir a mostrar diante de situações diversas, é possível evitar conflitos, compreender suas necessidades e melhorar a relação com o pet”, afirma Cleber Santos, especialista em comportamento animal de Balance.

Continue lendo