16/12/19
32º/19ºLONDRINA
Fique atento!

Veja 10 sinais de infarto que você pode não conhecer

Dor no peito e formigamento no braço esquerdo são os sintomas clássicos do infarto, mas o coração dá outros sinais que não podem ser ignorados. Infelizmente por total falta de conhecimento, cerca de 100 mil mortes por infarto são registradas anualmente no Brasil, de acordo com dados da SBHCI (Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista).

iStock
iStock


Muitas dessas vidas poderiam ser salvas se os sintomas do infarto fossem rapidamente identificados e a busca por socorro conseguida em um curto espaço de tempo. Frequentemente os pacientes negligenciam os sintomas de infarto e isso leva a uma demora na procura para receber o atendimento médico adequado. Melhorar esse cenário e reduzir mortes por infarto não é só o tema da Campanha Coração Alerta, mas uma atitude para todos nós.

Segundo Rodrigo Esper, cardiologista intervencionista e membro titular da SBHCI, reconhecer os sintomas do infarto é extremamente importante. "Cada segundo economizado no socorro de um infartado é válido. Tempo é músculo e quando o coração infarta as sequelas podem se tornar cada vez mais graves e o paciente pode chegar a óbito caso não receba o tratamento a tempo”, revela Esper.

Afinal quais são os outros sintomas que precisam ser reconhecidos e propagados? Como buscar socorro? O que dizer ao chegar ao pronto socorro com os sintomas citados? A Campanha Coração Alerta preparou uma lista com os 10 principais sinais de infarto. Confira:

1 - Dor no peito

2 - Qual dor forte acima do umbigo

3 - Dor nos braços, principalmente no esquerdo

4 - Dores nas costas e no pescoço

5 - Dor na mandíbula

6 - Suor excessivo

7 - Náuseas e vômitos

8 - Palidez

9 - Falta de ar

10 - Sensação de desmaio

Como ajudar alguém - Caso você esteja ao lado de alguém que com esses sintomas, seja rápido, procure socorro e acione o 193. Enquanto a ajuda médica não vem, procure agir da seguinte forma:

• Tranquilize e mantenha a vítima aquecida;

• Salvo orientações médicas, não ofereça nada de comer ou de beber ao paciente. Se a pessoa não apresentar dificuldades para engolir e não ser alérgica, ofereça a ela um comprimido de aspirina, já que isso ajuda a prevenir coágulos sanguíneos;

• Caso a vítima desmaie, cheque sua respiração e sua pulsação. Se a pessoa não apresentar sinais vitais, inicie imediatamente os procedimentos de recuperação cardiopulmonar (massagem cardíaca) e chame o serviço de emergência.

Como reagir se você tiver os sintomas - Se você apresentar um ou mais sintomas que podem indicar o infarto, é preciso seguir alguns procedimentos:

• Tossir com força, profunda e prolongadamente, várias vezes. Não se esqueça de inspirar antes de tossir;

• Chame alguém que possa te prestar socorro;

• Procure ajuda para um rápido transporte até um hospital.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
comentários
Continue lendo
Dados preocupantes

Sesa alerta sobre prevenção e controle da sífilis

Saúde feminina

Conheça mitos e verdades sobre a endometriose

Veja mais e a capa do canal