Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Opacificação do cristalino

25% dos portadores de catarata ficam cegos

Redação Bonde
03 jun 2009 às 08:51
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A catarata, opacificação do cristalino, é a maior causa de cegueira curável que vem crescendo no mundo todo com o aumento da expectativa de vida da população. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a incidência anual da doença seja de 0,3%. Baseado nisso, o último relatório do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) aponta a necessidade de realizar 552 mil cirurgias de catarata ao ano no País.

A única forma de evitar a perda total da visão é através do implante de uma lente que substitui o cristalino, mas no Brasil ainda fica cego 1 em cada 4 portadores da doença por falta de informação e medo da cirurgia.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


É o que mostra um estudo feito pelo oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, com 184 pacientes com idade entre 60 e 84 anos nos últimos 15 meses. Dos 25% (46 pacientes) que já chegaram cegos à avaliação médica, todos tinham mais de 75 anos. Desses, cerca de 70% (32 pacientes) não enxergavam com um dos olhos, enquanto outros 30% (14 pacientes) estavam cegos dos dois olhos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Onda de frio

Saiba quais são as doenças respiratórias do outono e como se proteger

Imagem de destaque
Entenda

Wanessa Camargo alerta seguidores após contrair rotavírus dos filhos

Imagem de destaque
Líder no Brasil

Testes positivos para dengue chegam a 41% em laboratórios privados do Paraná

Imagem de destaque
STF

Moraes proíbe punições geradas por resolução do CFM que restringia aborto legal


Exames clínicos realizados durante o estudo indicaram diabetes em 15% dos participantes, colesterol alto em 17% e hipertensão em 20%. Segundo Queiroz Neto, além do envelhecimento, estas doenças facilitam a progressão da catarata e por isso sinalizam necessidade de exame de vista anual a partir dos 50 anos.

Publicidade


Outros fatores de risco destacados pelo médico são:


· Exposição ao sol sem proteção ocular
· Rotina estressante
· Sedentarismo
· Maus hábitos alimentares
· Tabagismo
· Ingestão diária de bebida alcoólica
· Traumas oculares
· Uso prolongado de corticóide, diurético ou tranqüilizante.


Os primeiros sinais da catarata são:

· Alteração da capacidade de enxergar com pouca luz
· Dificuldade para dirigir à noite
· Troca frequente do grau dos óculos
· Perda da visão de cores e contraste
· Enxergar halos noturnos em volta da luz


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade