Pesquisar

Canais

Serviços

Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Ajude se puder

Aumenta procura por bolsas de sangue no Hemocentro de Londrina

Daniel Muniz - Especial para a FOLHA
05 jan 2022 às 07:23
Continua depois da publicidade

O período de férias e feriados de fim de ano trouxe um aumento na procura por bolsas de hemocomponentes no Hemocentro Regional de Londrina do HU (Hospital Universitário) de Londrina. Outro fator que alavancou essa demanda foi a retomada das cirurgias eletivas, que tinham sido suspensas no início da pandemia de Covid-19 e voltaram a ser realizadas no Paraná no fim de 2021.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


O número de doadores, entretanto, não aumentou e os hemocentros continuam com dificuldades em manter o estoque de bolsas de sangue. “A demanda dobrou com a volta das cirurgias eletivas postergadas durante a pandemia e o aumento da exposição de pessoas a acidentes automobilísticos no fim de ano. É uma pressão maior nos hemocentros de todo o país e aqui não é diferente”, afirmou Fausto Celso Trigo, coordenador do Hemocentro do HU da Universidade Estadual de Londrina.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Para fazer a doação de sangue é preciso ter entre 18 e 60 anos, pesar no mínimo 50 quilos e estar em bom estado de saúde. É necessário levar um documento oficial com foto, estar alimentado e bem hidratado. A recomendação é que se espere três horas depois de uma refeição farta e uma hora após uma refeição leve.


Quem foi vacinado recentemente deve esperar uma semana para fazer a doação. Pessoas que tiveram quadros infecciosos devem aguardar 14 dias após a recuperação. No caso de Covid-19, o tempo de espera é de 30 dias. Também há restrições para quem fez procedimentos cirúrgicos, seis meses de espera para cirurgias grandes e três para pequenas.


Saiba mais sobre como fazer a doação na Folha de Londrina.

Continue lendo