Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Londrina está na lista

Brasileiros têm nova chance para atuar no Mais Médicos

Agência Saúde
20 nov 2015 às 17:56
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Os profissionais brasileiros inscritos no atual edital do Mais Médicos têm nova chance para participar do Programa. Os candidatos devem indicar as opções até esta quinta-feira (19/11). Ao todo, são 134 vagas em 122 municípios. A seleção faz parte do plano de reposições trimestrais implementada pelo Ministério da Saúde a partir deste ano.

Acesse a lista dos municípios

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Os editais trimestrais garantem que as prefeituras fiquem o mínimo de tempo possível com vagas ociosas. É importante termos garantida a reposição dessas vagas rapidamente. Assim, os municípios podem dar continuidade ao desenvolvimento das atividades que os profissionais estão realizando na atenção básica, como consultas, ações de promoção da saúde e atendimentos de pequenas urgências", destaca o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Hêider Pinto.

Leia mais:

Imagem de destaque
Alerta

Saúde pede atenção para casos de febre Oropouche no Brasil

Imagem de destaque
Como Yuri fez com a Iza

Um em cada dez homens traem a mulher na gravidez, diz estudo

Imagem de destaque
Entidades privadas

Conselho proíbe acolhimento de crianças e adolescentes em comunidades terapêuticas

Imagem de destaque
Nos EUA

1º transplante de laringe faz paciente com câncer recuperar a voz



Os participantes podem escolher até quatro cidades onde desejam atuar através do site do Mais Médicos. Os profissionais deverão optar pela modalidade de participação desejada: receber pontuação adicional de 10% nas provas de residência, atuando na unidade básica por no mínimo 12 meses; ou permanecer no município por até três anos e receber auxílios moradia e alimentação custeados pelas prefeituras.

Publicidade


Confira o cronograma dos médicos


Após a validação, no sistema, do município onde deverão atuar, os profissionais precisam se apresentar às prefeituras a partir do dia 7 dezembro para iniciar as atividades nas unidades básicas de saúde. Os gestores deverão homologar os médicos até 11 de dezembro, confirmando quais compareceram ao município. Os médicos que validarem a inscrição, mas não se apresentarem dentro do prazo, ficarão impedidos de se inscrever no Mais Médicos por seis meses.

Publicidade


Caso as vagas não sejam preenchidas será cumprida a ordem de chamamento prevista na Lei. O edital será aberto aos brasileiros que se formaram no exterior e, em seguida, aos profissionais estrangeiros. Por fim, havendo ainda vagas, serão chamados médicos da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde.


SOBRE O PROGRAMA – Criado em 2013, o Programa Mais Médicos ampliou à assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. Com a expansão em 2015, o programa conta com 18.240 médicos em 4.058 municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), levando assistência para cerca de 63 milhões de pessoas.


Além do provimento emergencial de médicos, a iniciativa prevê ações voltadas à infraestrutura e expansão da formação médica no país. No eixo de infraestrutura, o governo federal está investindo na expansão da rede de saúde. São mais de R$ 5 bilhões para o financiamento de construções, ampliações e reformas de 26 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Já as medidas relativas à expansão e reestruturação da formação médica no país, que compõem o terceiro eixo do programa, preveem a criação, até 2017, de 11,5 mil novas vagas de graduação em medicina e de 12,4 mil vagas de residência médica. Destas, já foram autorizadas 5.306 vagas de graduação e 7.742 vagas de residência.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade