Pesquisar

Canais

Serviços

- SESA
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Lábio-palatal

Caif oficializa parceria com universidade dos EUA

AEN
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Lábio Palatal (Caif), da Secretaria da Saúde, há dois anos tem parcerias com instituições estrangeiras que fazem serviços de correção lábio-palatal, como a Smile Train e a Operation Smile. A partir desta semana, essa troca de experiência tornou-se oficial, porque o Centro recebeu a visita da professora e fonoaudióloga da Universidade de Wisconsin (Estados Unidos), Pamela Terrel, para acertar os últimos detalhes sobre o intercâmbio de estudantes entre sua Universidade e o Caif.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Estabelecidas desde 2000, essas parcerias contribuíram muito para a qualidade dos serviços oferecidos pelo Caif, como explica o diretor do Centro, Lauro Consentino Filho. "Por meio do apoio desses órgãos internacionais, viabilizamos um serviço de alta qualidade. A parceira Smile Train, por exemplo, patrocinou a ida de nossos profissionais a todos os congressos internacionais nos últimos 10 anos, em troca, eles trouxeram as novas tecnologias apresentadas nesses eventos para o Centro", afirmou.

Continua depois da publicidade


Nos últimos dois anos, estudantes e profissionais da Colômbia, Equador, Honduras e Estados Unidos estiveram no Caif. Por se tratar de um serviço interdisciplinar, o Caif está pronto para receber pessoas de diferentes áreas da saúde, incluindo cirurgiões plásticos, fonoaudiólogos, dentistas, enfermeiros, psicólogos, pediatras, otorrinolaringologista, neurocirurgião, médico geneticista e clínicos gerais.


Atualmente o Centro tem 6.983 pacientes matriculados, provenientes de 18 estados do Brasil. Nos últimos 16 anos foram feitas na unidade 14,6 mil cirurgias e 1.116 procedimentos cirúrgicos somente em 2008. No mês de abril, deste ano, foram 101 cirurgias, 835 atendimentos odontológicos, 627 acompanhamento ortodonticos e 342 sessões de fonoaudiologia.


FISSURA

Continua depois da publicidade


De origem genética, a fissura lábio-palatal acarreta conseqüências estéticas e funcionais que resultam em dificuldades para se alimentar, alterações na fala e na voz ou problemas na articulação dentária.

Para tratamento é necessário o encaminhamento, pela unidade de saúde, para centros especializados. O paciente passa por avaliações que envolvem fonoaudiólogos, médicos e psicólogos.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade