Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Pesquisa

Células-tronco podem ser solução para o diabetes

Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Um grupos de pesquisadores brasileiros realizaram uma pesquisa sobre a diabetes e revelaram que o pâncreas de um paciente com diabetes tipo 1 pode voltar a funcionar após transplante de células-tronco do próprio paciente.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"O diabetes Tipo 1 é uma doença auto-imune caracterizada pela destruição das células beta produtoras de insulina. Quando isso acontece, é preciso tomar insulina para viver e se manter saudável", explica a farmacêutica e tutora do Portal Educação Jeana Mara Escher de Souza.

Continua depois da publicidade


Os autores vinham acompanhando alguns voluntários há quase cinco anos e perceberam que o nível do peptídeo-C, indicador da quantidade de insulina produzida pelo corpo humano, aumentou nos pacientes submetidos a este tratamento. Essa substância é liberada pelo pâncreas no sangue cada vez que uma molécula de insulina é produzida. Ou seja, quanto maiores suas taxas, maior a produção de insulina e menor o risco de complicações ligadas à doença.


Oito dos voluntários ainda necessitaram do hormônio sintético, mas em doses muito baixas. Apesar de não produzir todo o hormônio de que necessitam, eles passaram a produzir mais peptídeo-C, isso é, o pâncreas está funcionando melhor também nessas pessoas.

Enquanto isso, quem ainda precisa controlar o diabetes, necessita tomar o medicamento. "As pessoas precisam de injeções diárias de insulina para regularizar o metabolismo do açúcar. Se os níveis de glicose não forem adequadamente controlados, o diabetes tipo 1 pode provocar uma série de problemas incômodos e potencialmente fatais. Os estudos com as células tronco traz uma esperança aos pacientes diabéticos", conclui Jeana.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade