25/10/20
29 de setembro

Dia Mundial do Coração reforça importância da prevenção

Pixabay
Pixabay


É inegável a importância de cuidar bem do coração em todos os dias do ano. Setembro é o mês em que as atenções se voltam aos cuidados com as doenças cardiovasculares com o "Setembro Vermelho”. E no dia 29 é celebrado no mundo todo o dia do Coração. O objetivo da campanha é conscientizar a população sobre a os perigos que os problemas cardíacos podem provocar, promovendo também, desta forma, a prevenção.


A SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia) estima que até o final de 2020 cerca de 400 mil brasileiros perderão suas vidas devido a doenças relacionadas ao coração e a circulação sanguínea. No entanto, muitas delas poderiam ser evitadas com orientação médica e os cuidados preventivos adequados.

Para o médico cardiologista Lucas Meda, do centro do Coração, campanhas como o "Setembro Vermelho” servem para que a população saiba a importância de manter uma rotina de vida saudável. "Quanto mais as pessoas conhecem sobre as doenças que afetam o coração, mais motivadas elas ficam para mudar hábitos prejudiciais à saúde”, esclarece o cardiologista.

Cuidar do coração tornou-se ainda mais importante diante do momento em que vivemos. A pandemia do novo coronavírus colocou à prova a saúde de corações pelo mundo todo. Já é de conhecimento de todos que pacientes com doenças cardiovasculares possuem riscos maiores quando contraem o vírus. "A infecção pelo vírus pode favorecer o aparecimento de inflamações do miocárdio (músculo cardíaco), e o coração pode ser enfraquecido, causando uma insuficiência cardíaca. Pode inflamar os vasos sanguíneos também”, explica o médico.

A prevenção às doenças do coração está associada à adoção de hábitos saudáveis de vida. Por isso, para manter o bom funcionamento do coração – e de todo o resto do corpo! – a regra é não descuidar da alimentação e das atividades físicas. Inclua frutas, vegetais e legumes nas refeições e não esqueça de tomar água. "É recomendada a prática de exercícios físicos por pelo menos 30 minutos diários”, orienta o cardiologista.

Entre as principais complicações cardíacas que podem acometer o paciente, estão: arritmias, angina de peito, miocardite, hipertensão, doenças das válvulas cardíacas e doenças congênitas.

A realização do check-up cardiológico regular é uma medida de fundamental importância para a detecção e prevenção de doenças. Como algumas não apresentam sintomas clínicos, o acompanhamento com o cardiologista permite que uma alteração seja verificada logo no início.

"O check-up é fundamental também para quem deseja iniciar uma nova atividade física. Através dos exames será possível indicar a modalidade e carga de treino ideais para o paciente”, indica.

O check-up é recomendado pelos especialistas ao menos uma vez por ano, a partir dos 30 anos. Pacientes com histórico de doenças cardiovasculares na família devem começar na idade adulta, ou seja, a partir dos 18 anos.
Redação Bonde com assessoria de imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Boletim Covid-19

Maringá ultrapassa 10 mil casos de Covid-19

25 OUT 2020 às 15h54
Boletim Covid-19

Londrina registra 55 novos casos de Covid-19

25 OUT 2020 às 14h15
Boletim estadual

Paraná registra 720 novos casos e 10 óbitos pela Covid-19

25 OUT 2020 às 14h12
Sem mortes

Maringá registra mais 68 casos de Covid-19

24 OUT 2020 às 17h01
Mais uma morte

Londrina atinge 302 óbitos e 12.170 casos do novo coronavírus

24 OUT 2020 às 16h50
Antiparasitário nitazoxanida

Remédio Annita não reduz sintomas de Covid-19, diz estudo do governo

24 OUT 2020 às 16h41
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados