Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
29 de setembro

Dia Mundial do Coração reforça importância da prevenção

Redação Bonde com assessoria de imprensa
29 set 2020 às 09:40
- Pixabay
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

É inegável a importância de cuidar bem do coração em todos os dias do ano. Setembro é o mês em que as atenções se voltam aos cuidados com as doenças cardiovasculares com o "Setembro Vermelho”. E no dia 29 é celebrado no mundo todo o dia do Coração. O objetivo da campanha é conscientizar a população sobre a os perigos que os problemas cardíacos podem provocar, promovendo também, desta forma, a prevenção.


A SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia) estima que até o final de 2020 cerca de 400 mil brasileiros perderão suas vidas devido a doenças relacionadas ao coração e a circulação sanguínea. No entanto, muitas delas poderiam ser evitadas com orientação médica e os cuidados preventivos adequados.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Para o médico cardiologista Lucas Meda, do centro do Coração, campanhas como o "Setembro Vermelho” servem para que a população saiba a importância de manter uma rotina de vida saudável. "Quanto mais as pessoas conhecem sobre as doenças que afetam o coração, mais motivadas elas ficam para mudar hábitos prejudiciais à saúde”, esclarece o cardiologista.

Leia mais:

Imagem de destaque
Mais investimento

Brasil registra 45% de cobertura em saúde bucal; meta é chegar a 70%

Imagem de destaque
Saiba mais

Pesquisa da UENP analisa saúde da mulher no Paraná

Imagem de destaque
Plásticas

Mulheres vítimas de violência serão priorizadas em cirurgias reparadoras feitas no SUS

Imagem de destaque
Saiba mais

Ultraprocessados são associados a doenças cardíacas em estudo


Cuidar do coração tornou-se ainda mais importante diante do momento em que vivemos. A pandemia do novo coronavírus colocou à prova a saúde de corações pelo mundo todo. Já é de conhecimento de todos que pacientes com doenças cardiovasculares possuem riscos maiores quando contraem o vírus. "A infecção pelo vírus pode favorecer o aparecimento de inflamações do miocárdio (músculo cardíaco), e o coração pode ser enfraquecido, causando uma insuficiência cardíaca. Pode inflamar os vasos sanguíneos também”, explica o médico.

Publicidade


A prevenção às doenças do coração está associada à adoção de hábitos saudáveis de vida. Por isso, para manter o bom funcionamento do coração – e de todo o resto do corpo! – a regra é não descuidar da alimentação e das atividades físicas. Inclua frutas, vegetais e legumes nas refeições e não esqueça de tomar água. "É recomendada a prática de exercícios físicos por pelo menos 30 minutos diários”, orienta o cardiologista.


Entre as principais complicações cardíacas que podem acometer o paciente, estão: arritmias, angina de peito, miocardite, hipertensão, doenças das válvulas cardíacas e doenças congênitas.

Publicidade


A realização do check-up cardiológico regular é uma medida de fundamental importância para a detecção e prevenção de doenças. Como algumas não apresentam sintomas clínicos, o acompanhamento com o cardiologista permite que uma alteração seja verificada logo no início.


"O check-up é fundamental também para quem deseja iniciar uma nova atividade física. Através dos exames será possível indicar a modalidade e carga de treino ideais para o paciente”, indica.

O check-up é recomendado pelos especialistas ao menos uma vez por ano, a partir dos 30 anos. Pacientes com histórico de doenças cardiovasculares na família devem começar na idade adulta, ou seja, a partir dos 18 anos.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade